OrganicsNet nas redes sociais:


 

Mercado

Ifoam rejeita que bactérias patogênicas EHEC sejam especificas aos orgânicos

20/06/2011

Desde o 01 de maio de 2011, um surto de uma nova cepa de bactérias patogênicas EHEC foram responsáveis pela morte de mais de trinta pessoas  na Alemanha e infectaram mais de 3.200 pessoas. A IFOAM, International Federation of Organic Agriculture Movements, apresentou um informe indicando que o epicentro parece ser o Norte da Alemanha, e que as autoridades desse pais identificaram uma fazenda na Baixa Saxónia, que produz brotos orgânicos, como a mais provável causa. No entanto, ainda não está claro como as bactérias poderiam entrar na fazenda, pois esta fazenda não utiliza nenhum tipo de insumos de origem animal, como adubo.

A IFOAM enfatiza que o surto de EHEC não é uma questão de sistemas de produção específicos e se opõe a todas as tentativas injustificadas para tornar o sistema orgânico responsável.

O FiBL, Instituto de Pesquisa de Agricultura Orgânica, publicou um documento com informações sobre o a bactéria EHEC. No documento, o Instituto de Pesquisa de Agricultura Orgânica, apresenta um resumo dos fatos científicos sobre o assunto confirmando que, desde que a agricultura trabalha com ciclos de nutrientes, estrume e do chorume são valiosos recursos naturais utilizados para cultivar plantas em todos os tipos de explorações e manejo.

Além disso, a pecuária em fazendas orgânicas apresenta um risco menor em termos da presença de EHEC como tem sido demonstrado pela incidência vista ao longo dos últimos anos. Por exemplo, em 2007 apenas um caso, de um total de 26 surtos de E. coli na UE foi devido ao consumo de salsichas orgânicas.

O documento do FIBL está disponível aqui: fibl-2011-ehec-english

fontes: Planeta Orgânico e Organic Market-Info

 

Tags:
, , , ,

 

 

Deixe seu comentário!

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.