OrganicsNet nas redes sociais:


 

Técnicas

Secador de frutas solar e de biomassa

10/08/2011

Em colaboração com a ADA, Agência Austríaca de Desenvolvimento, a empresa Marap HandelsgmbH concebeu e construiu o maior sistema de secagem solar e biomassa de carbono do mundo no Foods Silk Road Orgânica, subsidiária da Marap e localizada no Uzbequistão. A primeira parte, já montada, permite a Marap a utilização do sistema solar para processar sua produção de frutas e vegetais frescos, assim como a adquirida de produtores rurais através do sistema de comércio justo.

O Uzbequistão tem mais de 300 dias ensolarados por ano, mas mesmo que no começo o investimento seja significativamente mais elevado o sistema de secagem solar reduzirá mais tarde os custos operacionais. O sistema solar também se encaixa melhor nos princípios da agricultura orgânica do que um sistema que é operado com gás e eletricidade. Marap decidiu investir a fim de garantir a secagem do todos os lotes e a rastreabilidade dos produtos. Desta forma, mesmo pequenos lotes do comércio justo também podem ser separadamente secos.

A variedade de frutas orgânicas secas é enorme: cerejas (doce, azedo, ouro), frutas (amoras, goji, berberries, morangos, sabugueiro, groselhas, framboesas, groselhas), passas (marrom, verde, preto), melões (açúcar, mel e melancia), romã, caqui, peras, marmelos, damascos, ameixas silvestres, maçãs, assim bem como um número de hortaliças de alta qualidade, tais como abobrinhas, tomates, berinjelas, cenouras, salsa, etc.

Com a implementação da segunda parte do sistema de secagem, que consiste em um “sistema de queima de biomassa de reciclagem”, Marap estará , na posição de secar suas matérias-primas orgânicas, mesmo durante as noites ou com o mau tempo, a partir da obtenção de energia em forma de ar quente, independentemente do sistema de energia que abasteçam ou tempo. Os resíduos agrícolas dos produtos gerados durante o processamento de frutas e nozes, também poderão ser utilizados no sistema de secagem.

fonte: Organic Market Info.

 

Tags:
, , ,

 

 

Deixe seu comentário!

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.