OrganicsNet nas redes sociais:


 

Pesquisa

O risco dos alimentos transgênicos

15/06/2012

A Federação Orgânica da Austrália divulgou informações, baseadas em estudos científicos, que revelam diversos problemas relacionados ao consumo de alimentos transgênicos (geneticamente modificados). O relatório constatou, em nível significante, efeitos prejudiciais ao fígado e rins dos animais alimentados com transgênicos. Este revelou ainda, que as metologias atuais de teste, o tempo de ensaio e os parâmetros de medição, são insuficientes para avaliar os problemas de saúde causados por uma dieta baseada no consumo de alimentos transgênicos.

Um estudo russo sobre uma prole de ratos, alimentados com transgênicos à base de soja, apontou índice maior de mortalidade em ratos que consumiam alimentos geneticamente modificados, em comparação aos que não partilhavam deste consumo. Os ratos criados com uma dieta fixada no consumo de transgênicos apresentaram retardo no desenvolvimento, peso abaixo do normal e aparência diferente dos ratos criados com uma dieta baseada em alimentos não transgênicos. O estudo descobriu também, ao cruzar ratos consumidores de transgênicos, que eles não conseguiam realizar a fertilização.

Um dado alarmante para os seres humanos, é que a toxina originária da produção pesticida de alimentos geneticamente modificados, pode ser encontrada na corrente sanguínea de mulheres e seus filhos, quando estas, ainda grávidas. Essa toxina foi detectada em 93% das amostras de sangue materno e em 80% das amostras de sangue fetal.

O resumo dos efeitos negativos do consumo de transgênicos, e mais resultados do estudo, você encontra, em inglês, aqui: Federação Orgânica da Austrália

Fonte: Organic-Market.Info

 

Tags:
, , , , , ,

 

 

Deixe seu comentário!

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.