OrganicsNet nas redes sociais:


 

Notícias

Produtos orgânicos capixabas em alta na Rio+20

18/06/2012

Parte da agricultura orgânica praticada no Espírito Santo estará presente no estande do Governo do Estado na Rio+20. Os visitantes poderão conferir alguns dos principais produtos cultivados por agricultores capixabas dentro do sistema orgânico de produção.

Durante todos os dias haverá degustação de café e cachaça orgânica, de outros itens da culinária e a exposição de alimentos como cenoura, inhame, vagem, batata, beterraba, tomate, dentre outros.

No Espírito Santo, 200 produtores rurais estão certificados para a produção de alimentos orgânicos em 4 mil hectares e outros 400 produtores estão em processo de transição, o que vai ampliar a área em 5.4 mil ha. Além destes, outros 1,3 mil produtores já conduzem as plantações dentro de sistemas agroecológicos de produção.

O objetivo do Governo do Estado é ampliar a oferta de alimentos saudáveis, produzidos de forma agroecológica. Para isso, a Seag auxilia os agricultores no processo de certificação, com cursos e acompanhamento. A meta é atingir 600 propriedades rurais certificadas até o final 2014, triplicando a quantidade atual.

A produção de orgânicos está presente em 21 municípios do Estado, com destaque para Santa Maria de Jetibá, Iconha, Mantenópolis e Nova Venécia. Com as novas certificações que estão em processo de transição, serão ao todo 40 municípios com propriedades certificadas para a produção de orgânicos.

Principais produtos orgânicos do ES

A produção de orgânicos certificados no Espírito Santo é de 1,3 mil toneladas por mês entre frutas e olerícolas. E por ano são produzidas 8 mil sacas café e 112,5 mil dúzias de ovos.

Abobrinha, abóbora madura, agrião, aipim, alface, banana prata, banana da terra, batata doce, batata inglesa, brócolis, cachaça, café, cebolinha, cenoura, chuchu, coentro, couve folha, couve flor, espinafre, ervilha, inhame, laranja, mamão, manga, milho verde, morango, ovo caipira, pepino, quiabo, repolho verde, salsa, tomate e vagem.

Nos últimos anos, a expansão dos cultivos orgânicos no Espírito Santo tem garantido o aumento da oferta de produtos de maior qualidade e registrado a diminuição dos preços ao consumidor.

Atualmente são cerca de 50 pontos de vendas em supermercados, lojas, feiras convencionais e, principalmente, nas cinco feiras livres especializadas em orgânicos em funcionamento na Grande Vitória.

As cinco feiras livres especializadas em produtos orgânicos estão localizadas em Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica. Por semana, a comercialização total desses espaços é de 25 toneladas de alimentos. Os destaques ficam por conta das folhosas, legumes, verduras, frutas, processados da agroindústria artesanal, ovos caipiras e café.

Feiras livres de orgânicos

Praça do Papa (Vitória) – 22 barracas
Funcionamento às quartas-feiras, das 17h às 21horas

Barro Vermelho (Vitória) – 18 barracas
Funcionamento aos sábados, das 5h às 12 horas

Valparaiso (Serra) – 20 barracas
Funcionamento às terças-feiras, das 17h às 21 horas

Praia da Costa (Vila Velha) – 20 barracas
Funcionamento aos sábados, das 5h às 12 horas

Campo Grande (Cariacica) – 12 barracas
Funcionamento aos sábados, das 5h às 12 horas

Fonte: Assessoria de Comunicação da Seag

 

Tags:
, , , , , , , , , ,

 

 

Deixe seu comentário!

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.