OrganicsNet nas redes sociais:


 

Mercado. Notícias. Pesquisa. Saúde

Pesquisa revela comportamento do consumidor em relação aos orgânicos

30/01/2013

Foto: Organic Trade Association

A demanda por alimentos orgânicos nos Estados Unidos continua tendo crescimento. Em grande parte impulsionado Em grande parte, impulsionado pela busca dos consumidores em garantir uma alimentação saudável. Uma nova pesquisa, promovida pela Technomic, ouviu 1500 pessoas, e uma das conclusões do relatório sobre tendências alimentares dos consumidores foi que, “a maioria (dos consumidores) afirma que a saúde é prioridade e que tenta se alimentar saudavelmente a maior parte do tempo”.  A maioria também reconheceu o alimento orgânico como uma escolha saudável: 64% dos homens e 73% das mulheres descreveram os orgânicos  como ” um pouco ou muito mais saudáveis”.

As quatro razões principais que influenciam os consumidores a escolherem alimentos orgânicos, de acordo com a pesquisa, são:

“não contém pesticidas” (71%);

” são produzidos sem adição de hormônios” (70%);

” produzidos  sem antibióticos” (64%);

e “não contém conservantes” (64%).

Entretanto, o relatório concluiu que ” apenas 54% dos consumidores consideram aos orgânicos ‘bons ou muito bons’ “. O estudo alerta que nem todos os consumidores conhecem profundamente sobre orgânicos. Sendo, sempre que possível, necessária ações de marketing que ajudem a explicar melhor os benefícios desse tipo de alimento, por meio de uma linguagem simples e acessível.

O relatório também pesquisou a frequência com que os entrevistados compram alimentos orgânicos. Em 2012, 35% relataram ter consumido orgânicos na última semana, contra 28% em 2010. Verificou-se também que, 32% dos consumidores orgânicos  disseram ter comprado “mais vezes” esse tipo de alimento, enquanto 18% afirmaram ter comprado ” menos vezes” em relação ao ano anterior da pesquisa (2011).

O preço continua sendo um entrave para os consumidores. Apenas 11% dos entrevistados disseram estar dispostos a pagar além de 5% mais caro em um produto orgânico, enquanto 23%  estariam disponíveis a pagar “um pouco mais” (até 5% mais caro). Aqueles que nunca compraram orgânicos (289 pessoas) argumentaram ser “muito caro” (79%), que os “benefícios não valem o custo extra” (52%), e que eles se sentem “confusos sobre os benefícios para a saúde” (28%).

Fonte: Oneco BioFach

Traduzido por OrganicsNet

Leia mais

“Sugiro aos consumidores ir às feiras”, diz Sylvia Wachsner

Na Alemanha, Biofach discute alimentação orgânica fora de casa

Conheça as vantagens de se associar ao OrganicsNet

CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK TWITTER

 

Tags:
, , , , , , , ,

 

 

Deixe seu comentário!

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.