OrganicsNet nas redes sociais:


 

Mercado

Falta de informação do consumidor é entrave para mercado de orgânicos

12/06/2013

SNA e CI Orgânicos participam da BioBrazil Fair

Publicado em 12/06/2013

Por Equipe SNA

Sergio Carrano, Ludovico da Riva

O mercado de produtos orgânicos está em plena expansão, com um crescimento médio anual de 20% e movimentação hoje de cerca de meio bilhão de reais, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Segundo Sergio Carrano, consultor em comercialização e produção de orgânicos, o setor tem grande potencial de crescimento, mas “a falta de informação do consumidor ainda é um dos entraves para o desenvolvimento da agricultura orgânica”. A conclusão de Carrano é resultado de pesquisas que realizou para o livro “Produto Orgânico”, que será apresentado no estande da Sociedade Nacional da Agricultura na Bio Brazil Fair, que acontece de 27 a 30 deste mês em São Paulo.

De acordo com o especialista, um dos fatores que prejudicam a popularização dos produtos orgânicos é a falta de campanhas e políticas de divulgação dos benefícios do setor. “Hoje os mecanismos de investimentos do governo são voltados à produção e direcionamento de recursos através de crédito. Existe apenas uma ação governamental voltada a estimular o consumo de produtos orgânicos, a Semana dos Alimentos Orgânicos, que acontece uma única vez ao ano, o que amplia essa lacuna”, acredita.

Pesquisas recentes apontam que o grupo consumidor de orgânicos é formado por pessoas com faixa etária mais avançada e com níveis cultural, financeiro e educacional mais elevados. Para Carrano, existe um mito em torno da questão do preço dos produtos orgânicos, que só será quebrado com a difusão do conhecimento em torno do mercado dos orgânicos. “Os consumidores de orgânicos têm uma consciência ambiental mais desenvolvida, se identificam com a questão da sustentabilidade e da própria saúde, pois têm conhecimento sobre os benefícios desses alimentos.”

Carrano aponta como alternativa para facilitar a comercialização e popularizar o hábito do consumo de orgânicos a venda direta entre produtor e consumidor, conhecido como circuíto curto de comercialização. “Como a lei é recente, o mercado está começando a funcionar e alternativas começando a surgir. Várias prefeituras estão criando decretos e feiras municipais para facilitar a venda direta entre produtores e consumidores, que diminui muito o custo para o consumidor final e incentiva o crescimento do setor”, explica.

Estimular medidas participativas é uma das formas de conseguir que o produtor tenha remuneração adequada e considerada justa ao seu produto, sem onerar o preço final para o consumidor. Segundo Sergio Carrano, hoje a maioria das ações é encabeçada por associações e produtores que buscam a venda direta e incentivam a criação da relação entre os trabalhadores rurais e os consumidores. “Eliminando o atravessador e uma série de outras pessoas que participam da comercialização, mas que não têm uma ligação direta com o produtor, o preço cai para o consumidor.”

Outra iniciativa que também está gerando bons resultados aos trabalhadores é a venda de cestas em residências, que funciona através de cadastros para envio dos orgânicos. Os produtores enviam os pacotes definidos com os clientes diretamente para suas casas, conforme os pedidos estabelecidos. “O produto chega fresquinho e com o melhor preço para o consumidor.”

Atualmente, existem mais de 11 mil unidades de produção orgânica certificadas no país. De acordo com o último censo agropecuário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 90 mil produtores declararam não utilizar produtos agroquímicos na produção. “Identificamos uma grande tendência de que esses produtores venham a se adequar aos outros requisitos e a ampliar o mercado certificado de orgânicos”, diz o especialista.

Bio Brazil Fair

Entre os dias 27 e 30 deste mês, a Bienal do Ibirapuera será palco da Bio Brazil Fair, a maior feira brasileira de negócios do mercado orgânico. São esperados 120 expositores e um público de mais de 30 mil pessoas. A feira reúne os principais produtores, fabricantes, distribuidores e importadores do mundo orgânico. A Sociedade Nacional de Agricultura participará como expositora e contará com a presença de vários parceiros. Na ocasião, Sergio Carrano fará a divulgação do livro “Produto Orgânico”, disponível digitalmente pela Amazon. Mais informações: www.biobrazilfair.com.br

 

Tags:
, , ,

 

 

Deixe seu comentário!

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.