OrganicsNet nas redes sociais:


 

Saúde

Agrotóxicos: Um perigo a longo prazo

17/03/2014

fonte: Agrolink

O princípio de uma alimentação orgânica está diretamente relacionado ao desenvolvimento sustentável e a uma vida mais saudável. Anualmente são realizados diversos estudos baseados na quantidade de contaminação ocasionada em virtude de uma alimentação baseada em alimentos provenientes de fontes que no momento de sua produção ocorreu a utilização de insumos químicos.

A ação das substâncias químicas no organismo humano pode ser lenta e demorar anos para se manifestar, além de malefícios causados à saúde dos consumidores que frequentemente fazem uso destes alimentos, a degradação causada no solo é bastante significativa, lembrando que uma vez este solo contaminado, lençóis freáticos e rios podem ser atingidos gerando desequilíbrios biológicos e ecológicos em virtude de tamanha agressão ao meio ambiente.

 Segundo pesquisas realizadas pela Organização Pan-Americana de Saúde – OPAS, em 12 países da América Latina e Caribe, o envenenamento por produtos químicos, principalmente pelo chumbo e pelos pesticidas, representa 15% de todas as doenças profissionais notificadas. Além dos prejuízos causados aos consumidores destes produtos, profissionais agrícolas manejam diariamente substâncias tóxicas durante o plantio dos alimentos, gerando um risco maior de contaminação nestes profissionais.

 De acordo com a OPAS, a intoxicação por agrotóxicos ocorre através de três vertentes:

 Aguda: Os sintomas são percebidos a partir do contato imediato com estes produtos químicos, algumas horas após a exposição.

 Subaguda: Após uma exposição moderada os sintomas são percebidos de maneira subjetiva e de aparecimento mais lento, como uma dor de cabeça fraqueza ou sonolência.

 Crônica: Este tipo de intoxicação esta relacionada após meses ou anos de exposição aos produtos tóxicos, causando assim danos irreversíveis à saúde.

 Os tipos de intoxicação citados acima são adquiridos através dos produtos em direto contato com a pessoa exposta. Segundo o engenheiro agrônomo, especialista em Agricultura Biodinâmica e Agricultura Orgânica Adib Francisco Pereira, seu artigo publicado no jornal Diário da Manhã, é papel de todos fomentarem discussões sobre este assunto com a finalidade de um maior conhecimento da população:  “Temos que divulgar mais os impactos, criar mais pesquisas e uma agenda de debates, cursos, palestras que possam esclarecer de forma clara os efeitos prejudiciais dos venenos e da indústria da doença e mostrar outras formas de produzir alimentos adequados e saudáveis.” afirma Adib Francisco.

 Após conhecermos mais sobre os efeitos causados pelos agrotóxicos, seguem abaixo alguns motivos para uma maior conscientização do consumo de alimentos orgânicos:

 

  1. Proteger as futuras gerações;
  2. Prevenir a erosão do solo;
  3. Proteger a qualidade da água;
  4. Melhorar a saúde dos agricultores;
  5. Aumentar a renda dos pequenos agricultores (agricultura familiar, comércio justo);
  6. Prevenir gastos futuros;
  7. Promover a biodiversidade;
  8. Descobrir sabores naturais;
  9. Ajuda a preservar pequenas propriedades;
  10. Apoiar os pequenos agricultores;

 

Fonte: Diário da Manhã

 

LEIA MAIS

 

Consumo de alimentos orgânicos beneficia a saúde

Brasil consome alimentos contaminados pelos agrotóxicos

“O veneno está na mesa”

 

CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK TWITTER

 

Tags:
, , , , , , ,

 

 

Deixe seu comentário!

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.