OrganicsNet nas redes sociais:


 

Meio Ambiente

Pragas x Orgânicos: Vencendo a batalha de maneira saudável

25/03/2014

Figura 3. Podridão negra doença das brássicas causada por bactéria

Dentre diversas situações enfrentadas para um cultivo orgânico de qualidade, uma delas é o controle natural de doenças sem a intervenção química.

Por incrível que possa parecer, a não utilização de pesticidas em determinadas situações é uma maneira mais barata de manter a plantação, porque os produtos e matérias utilizadas para a extinção destas ameaças, normalmente estão dentro do ambiente da plantação, ou com um valor bastante acessível ao produtor. Além do baixo custo, métodos de controle orgânicos não poluem ao meio ambiente e as pessoas que o manuseiam.

De acordo com estudos da  Embrapa Meio Ambiente – Unidade de Pesquisa de Tema Básico da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, para prevenção e combate por exemplo do oídio (doença causada por fungo que se desenvolve na superfície dos órgãos verdes das plantas como brotos, folhas e bagas, que ficam recobertos por um crescimento branco  formando manchas ), uma solução de 5% de leite cru de vaca e 95% de água são suficientes para que o fungo não se manifeste mais nas plantações, garantindo um alimento orgânico e longe de doenças durante sua produção.

Os fungicidas químicos indicados para o combate ao oídio são caros, cerca de R$ 135 o litro, enquanto o leite cru custa R$ 0,35 o litro. Além disso, a solução é totalmente inofensiva ao meio ambiente, não causando nenhum impacto ambiental, o que não se pode dizer o mesmo dos fungicidas utilizados para o controle da doença.

Clique aqui e acesse ao portal da Embrapa Meio Ambiente  para descobrir muito mais a respeito da eliminação do oídio em plantações orgânicas!

Fonte: Embrapa Meio Ambiente

LEIA MAIS

Combate alternativo de pragas

Brasil é líder mundial em adubação orgânica

Defensivos naturais para controle de pragas

CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK TWITTER

 

Tags:
, , ,

 

 

Deixe seu comentário!

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.