OrganicsNet nas redes sociais:


 

Saúde

Nutrólogo dá dicas para consumo de orgânicos

15/09/2014

 O nutrólogo Wilson Rondó Júnior explica que é necessário saber quais produtos comprar e quais evitar. ”A não ser que você queira hormônios, antibióticos, entre outros agentes, compre só carne orgânica, proveniente de animais alimentados com capim. Além de ser mais limpos e seguros, os animais com uma dieta natural têm mais vitaminas essenciais e níveis mais altos de ácidos graxos ômega 3. As galinhas ciscam qualquer coisa, mas as galinhas orgânicas não confinadas, que podem comer grama, minhocas e insetos, produzem ovos de alta qualidade, densos em nutrientes e mais ricos em ácidos graxos ômega 3, betacaroteno e vitaminas A, D e E do que os convencionais”, afirma.

 A demanda por alimentos orgânicos tem crescido significativamente nos últimos anos. ”Orgânico ou não, consumir produtos processados continua sendo inadequado. Então, evite completamente esse consumo ou simplesmente compre as versões convencionais mais baratas”, aconselha.

 O especialista também alerta: ”Em Testes do Grupo de Trabalho Ambiental, 98% das maçãs continham pesticidas e 92% continuaram a apresentar o veneno depois de lavadas e descascadas. Salsão, pimentões doces, pêssegos, morangos, nectarinas importadas, uvas, espinafre, alface, pepinos, mirtilos e batatas engrossam essa lista. O grupo tem uma lista das ’15 limpas’, que inclui frutas e verduras orgânicas com os menores níveis de pesticidas e químicos, tais como cebolas, milho doce, abacaxi, abacate, repolho, ervilha doce, aspargo, mangas, berinjela, kiwi, cantaloupe doméstico, batatas doces, toranja, melancia e cogumelos”.

Foto: Organicsnet

 É importante lembrar que os alimentos orgânicos:

 – Possuem maior teor de nutrientes;

 – Auxiliam na prevenção de doenças como: hipertensão, infartos, diabetes e AVCs, além de evitarem o desenvolvimento de câncer.

 – O cultivo dos orgânicos preserva o sabor original do alimento, que é mantido devido à ausência de produtos químicos;

 – Incentivam pequenos produtores (ao adquirirmos produtos orgânicos, colaboramos para a redução da migração de famílias para as cidades e evitamos o êxodo rural).

Fonte: Jornal da Manhã

 

Tags:
,

 

 

Deixe seu comentário!

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.