OrganicsNet nas redes sociais:


 

Meio Ambiente

Projeto SOLMACC adapta práticas de agricultura orgânica às mudanças climáticas

09/09/2014

 logo-solmacc Na Europa, o  SOLMACC  visa promover uma maior adoção de práticas inovadoras que podem contribuir para atingir os objetivos de adaptação às alterações climáticas da UE no setor de alimentos e agricultura.

  Doze fazendas estão sendo utilizadas como demonstração, ajustando suas técnicas de cultivo sob a supervisão e acompanhamento de cientistas agrícolas. Todas estão situadas em três regiões climáticas diferentes (Suécia, Alemanha e Itália) e diferem em perfis de produção. O que as une é o fato de que são dirigidas por agricultores inovadores e motivados a contribuir para o combate às alterações climáticas do planeta.

 Foram delegados afazeres a cada uma das fazendas a partir do outono desse ano (2014). As práticas a serem aplicadas são:

– Rotação de culturas;

– Reciclagem da exploração de nutrientes;

– Sistemas Agroflorestais;

 Através dessas práticas, benefícios como: impactos positivos sobre a qualidade do solo, da biodiversidade e conservação de recursos, poderão ser obtidos. O sequestro de carbono e a redução do gás carbônico serão investigados e comparados aos resultados de 2018.

 AIAB, IFOAM EU, Ekologiska Lantbrukarna, Bioland Beratung, GmbH e FiBL colaboram através do fornecimento de informações essenciais. Em uma reunião do comitê de direção do projeto do SOLMACC em Freising, Alemanha, experiências e impressões das primeiras visitas foram compartilhadas e puderam observar que todos os agricultores são altamente comprometidos com o projeto e o planeta.

 Os resultados do projeto serão amplamente compartilhados com a comunidades acadêmica e agrícola, além dos políticos. Manual do praticante e vídeo de demonstração também estarão disponíveis. A partir das recomendações de políticas concretas o debate político da União Européia será regido em torno da mudança climática e da agricultura.

Fonte: Organic-Marketing

 

Tags:
, , ,

 

 

Deixe seu comentário!

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.