OrganicsNet nas redes sociais:


 

Korin Agropecuária

Fé na pecuária orgânica

10/09/2015

bois tam menor

Um vento de mudança vem do Pantanal. Após enfrentar sérias dificuldades, a pecuária bovina sustentável e orgânica praticada há mais de uma década na região ganhou novo impulso com a entrada em cena da Korin, empresa paulista que segue a doutrina messiânica e defende a agricultura natural. Com 130 produtos no portfólio, capitaneados pelo frango “verde” (seu líder de vendas), a Korin prevê faturamento de R$ 120 milhões neste ano. Em 2014, a companhia decidiu apostar na carne bovina, literalmente por ter “fé no futuro” da pecuária orgânica e também por acreditar que sua iniciativa contribuirá para a preservação do Pantanal, um dos biomas mais ricos e belos do mundo.

O projeto conta com o apoio da organização não -governamental WWF Brasil e está sendo conduzido em parceria com a Associação Brasileira de Pecuária Orgânica (ABPO), que fica em Campo Grande, MS, e reúne 16 pecuaristas, detentores de 140.000 hectares,  onde pastejam cerca de 80.000 bovinos. A Korin lançou, primeiro, uma marca com apelo de origem, a “Carne Sustentável do Pantanal”, abastecida exclusivamente por fêmeas cruzadas de Nelore com raças taurinas. Nascidas no bioma, elas são abatidas com peso médio de 12@, idade máxima de 30 meses e acabamento mediano (3 a  6 mm).

Leia a matéria completa da Revista DBO: Revista DBO – Korin

 

Tags:
, ,