OrganicsNet nas redes sociais:


 

Notícias

Monitoramento aponta que 95% dos produtos orgânicos são seguros em SC

04/02/2016

                              feira organica de Menino Deus Porto Alegre

Do total de produtos comercializados em Santa Catarina como orgânicos, 95% são confiáveis. Foi isso que mostrou o Programa de Monitoramento da Produção Orgânica que analisa há três anos itens nas lavouras e no comércio. A informação foi destacada pelo secretário de Estado da Agricultura, Moacir Sopelsa, em reunião da secretaria com a Superintendência Federal do Ministério da Agricultura no Estado e a Cidasc. Estas instituições discutiram esforços pra evitar fraudes na produção de orgânicos.

Confira a íntegra do texto divulgado hoje pela Superintendência do Ministério da Agricultura:

A POLÊMICA DOS PRODUTOS ORGÂNICOS:

A Superintendência Federal do Ministério da Agricultura, no Estado de Santa Catarina, a  Secretaria da Agricultura e da Pesca e a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (CIDASC) discutem a fiscalização de produtos orgânicos em Santa Catarina.  A reunião aconteceu na tarde desta quarta-feira (03) e tratou de ações para melhorar ainda mais o controle da produção vegetal orgânica do Estado.
A intenção do encontro é unir esforços para evitar fraudes na produção de orgânicos, que podem comprometer a imagem do setor.  O Secretário da Agricultura, Moacir Sopelsa, ressalta que Santa Catarina tem ações diferenciadas do país no controle aos produtos vegetais orgânicos, o que dá confiabilidade ao setor. Hoje o estado conta com o Programa de Monitoramento da Produção Orgânica, que analisa os produtos orgânicos tanto nas propriedades como nos pontos de comercialização e, em três anos, constatou-se que 95% dos produtos denominados de orgânicos estão totalmente isentos de agrotóxicos.
¿A produção de orgânicos é uma alternativa de renda importante para os agricultores catarinenses e as fraudes encontradas no setor são casos isolados que não podem comprometer o trabalho sério de centenas de famílias em todo o estado¿, afirma Sopelsa.

Programa de Monitoramento da Produção Orgânica

Santa Catarina é o único Estado brasileiro que tem um programa regular de controle da sanidade de produtos vegetais, inclusive dos orgânicos, para verificar a presença de resíduos de agrotóxicos. O Programa de Monitoramento da Produção Orgânica é executado pela CIDASC, com o apoio do SCRural, e, nos últimos três anos, já analisou mais de 1.400 amostras de produtos orgânicos de origem vegetal.

 O Programa faz o controle de treze culturas (batata, cenoura, maçã, cebola, alface, banana, feijão, arroz, tomate, repolho, pimentão, morango e brócolis) em todas as regiões do Estado. Desde 2012, são coletadas 375 amostras de produtos orgânicos, por ano, em supermercados, quitandas, feiras, pontos de venda e nas propriedades rurais.
As amostras coletadas são analisadas por laboratório credenciado pelo Ministério da Agricultura e acreditado pelo Inmetro.  Os exames detectam a presença de 257 princípios ativos de agrotóxicos e caso haja alguma irregularidade o Ministério da Agricultura é acionado para realizar a fiscalização na propriedade rural ou ponto de venda.
O Programa tem sido bem aceito pelos agricultores catarinenses já que traz segurança aos produtores de orgânicos. Todo este esforço dos Governos Federal e Estadual visa  afastar do mercado produtores que se dizem orgânicos, porém não seguem as normas exigidas em legislação. Assim, estamos valorizando os que produzem corretamente .

Produção de Orgânicos em Santa Catarina

A produção orgânica cresce no país num ritmo de 15% a 20% ao ano. Em Santa Catarina estima-se que sejam 800 famílias dedicadas à produção orgânica principalmente na Grande Florianópolis e nas regiões Sul, de Lages e de São Joaquim. Dos produtos orgânicos consumidos em Santa Catarina, 87% são produzidos no próprio estado.

 

Tags:
, , , , ,