OrganicsNet nas redes sociais:


 

Notícias

Ao redor do mundo – O processo de certificação orgânica nos EUA

14/07/2016

USDA-organic

Imagem: Popular Resistance

Essa é a história de Tim Devin e Anna Weinberg. Eles queriam cultivar e vender alimentos orgânicos. Foi na fazenda Chase Stream, em Monroe, que encontraram terra própria para isso. Para além de produzir orgânicos a dupla foi em busca da certificação para seus produtos.

Nos EUA, para que se possa dizer que a sua produção é orgânica é necessário passar por um processo de certificação do Departamento de Agricultura (USDA). Ingressar nessa empreitada exige que o agricultor, produtor ou processador de alimentos construa um plano sobre como serão geridas suas práticas orgânicas e envie ao órgão competente. No Maine, quem cuida disso é a Associação de fazendeiros e jardineiros orgânicos, a MOFGA.

Uma vez recebido o planejamento, é enviado um inspetor para avaliar como ele está sendo posto em prática. Devin disse que achou o processo da MOFGA em geral bastante útil. “O inspetor ficou aqui por cerca de duas horas, e nós passamos esse tempo falando sobre a fazenda e meu plano. Ainda ouvi algumas soluções realmente muito boas, aprendi muito”. Uma vez inspecionado um relatório é enviado a equipe que determina se ele atende aos requisitos de certificação ou se há algum problema que precisa ser resolvido. A ideia é tornar o processo o mais simplificado quanto possível.

“Queremos trabalhar com os produtores”, diz Kate Newkirk, diretora interina de certificação da MOFGA. “Não pode haver várias idas e vindas até a certificação, ponto em que todos nós queremos chegar.”

Obter o certificado em Maine trata-se basicamente de saber o que aconteceu no seu chão. “Você precisa ser capaz de provar que a terra está livre de produtos químicos e pesticidas por pelo menos três anos, o que significa que você precisa ser realmente bom em registro e documentação.”, disse Devin.

De acordo com um relatório divulgado no início do mês de junho pelo USDA, o setor de alimentos orgânicos é um dos que tem o crescimento mais rápido na indústria de alimentos do país. O estudo analisou as tendências de alimentos orgânicos provenientes 2004-2010. O crescimento do mercado de alimentos orgânicos continuou mesmo durante a recessão de 2007-2009. Paga-se em média preços 20% mais elevados para um produto orgânico.

“As pessoas absolutamente querem comida orgânica”, disse Jim Gerritsen da fazenda Wood Prairie em Bridgewater. A fazenda de Gerritson foi certificada orgânica há 32 anos. “O sistema de certificação dá às pessoas a garantia de que o que eles estão recebendo é realmente orgânico.”, concluiu.

Uma vez certificada, a fazenda é inspecionada anualmente para se certificar de que ele está aderindo a seus planos e práticas orgânicas.

“Todo processo de aplicação tem sido uma experiência realmente agradável”, disse Devin. “MOFGA está aqui para nos ajudar, eles realmente querem que tenhamos sucesso e vão fazer tudo o que podem para se certificar disso. Há uma base de clientes no Maine para quem for certificado, é um negócio muito grande. Para sermos competitivos, temos realmente necessidade de ter o certificado. “

Artigo completo em: BDN

Para saber mais:

Saiba o que é analisado para certificação da produção orgânica – OrganicsNet

Campanha pela certificação de orgânicos combate informalidade – OrganicsNet

Produção orgânica recebe certificação em Piratini – OrganicsNet

 

Tags:
, , ,