OrganicsNet nas redes sociais:


 

Login Cadastre-se!

Mercado

Empresa brasileira produz grãos orgânicos

03/04/2017
Foto: Leonardo Rocha / Embrapa

Foto: Leonardo Rocha / Embrapa

A empresa Grãos Orgânicos Ltda, localizada no município de Fortuna de Minas, a 30 km de Sete Lagoas, foi fundada em 1997, com o nome CT Citrus Ltda. Inicialmente, a empresa focava na produção, comercialização e exportação de limão Tahiti. Recebeu em 2007 a certificação orgânica concedida pelo IBD e, em 2011, decidiu mudar seu foco de produção, passando a produzir milho orgânico, e mudando sua nomenclatura para Grãos Orgânicos Ltda.

Em 2014, a empresa foi registrada no RENASEM (Registro Nacional de Sementes), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e iniciou a produção de sementes. Desde outubro de 2016, a empresa comercializa sementes orgânicas certificadas de milho e feijão de porco.

Apesar do crescimento do mercado orgânico em geral no Brasil, o milho e a soja orgânicos sofrem com o predomínio de grãos transgênicos na produção brasileira. Por apresentarem mais resistência a determinadas pragas e serem tolerantes ao uso de defensivos específicos, os transgênicos passam uma sensação de segurança ao produtor e, talvez, por esse motivo a participação do milho orgânico certificado ainda seja modesta na produção nacional.

Com a demanda externa por grãos orgânicos nos últimos anos, resta para a cadeia nacional de produtos orgânicos, que dependem desses insumos, uma disponibilidade bem inferior à demanda.

Sementes convencionais, transgênicas e orgânicas

As sementes de milho são divididas em três categorias: convencionais, transgênicas (ou GMO) e orgânicas:

  • Convencionais: são as sementes tradicionais, nas quais o uso de químicos e defensivos tóxicos é permitido.
  • Transgênicas (ou GMO): são aquelas sujeitas a modificações genéticas que proporcionam características específicas.
  • Orgânicas: são aquelas que obedecem às restritivas normas orgânicas e são produzidas sem qualquer tipo de agrotóxico ou aditivo químico.

A cultura de milho orgânico requer uma série de cuidados e precisa compensar a proibição de utilização de defensivos tóxicos e nutrientes químicos com diversificadas técnicas de manejo e biocontroles.

Sobre a cultura de milho orgânico:

  1. As sementes orgânicas não podem receber o tratamento (incluindo tingimento) usual de sementes, após serem colhidas;
  2. Para evitar o ataque de insetos, as sementes orgânicas são embaladas após polvilhamento com pós inertes à base de terra diatomácea, o que ocasiona uma aparência opaca;
  3.  Devido aos volumes relativamente reduzidos, a classificação das sementes orgânicas passa por 3 etapas ao invés das 5 aplicáveis a sementes tradicionais e transgênicas;
  4. As sementes orgânicas, nos termos da Instrução Normativa 46 do MAPA, deverão ser utilizadas nos plantios de milho orgânico.

Fonte: Site Oficial Grãos Orgânicos Ltda

O vídeo abaixo mostra a área de produção dos grãos orgânicos.

Para mais informações sobre a produção de sementes e grãos orgânicos, acesse o site da empresa clicando aqui.

 

Veja outras matérias similares:

Licenciada da Embrapa comercializará grãos orgânicos

Produção orgânica: o caminho para uma alimentação saudável

Futuro da produção orgânica é visto com otimismo no Brasil

 

Tags:
, , ,