OrganicsNet nas redes sociais:


 

Notícias

Secretaria de Agricultura de SP estimulará o cultivo de hortas urbanas e periurbanas

02/04/2018

Divulgação, Foto: João Luiz

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios – Codeagro, estimulará a cultura de hortas urbanas e periurbanas no Estado de São Paulo, com o objetivo de potencializar as ações de segurança alimentar e nutricional. O anúncio foi feito pelo secretário Arnaldo Jardim durante “O Ato pela Agricultura: Alimento, Renda e Futuro”, evento realizado no Palácio dos Bandeirantes, no último dia 19 de março.

De acordo com a Resolução SAA 6, que estabeleceu padrões para essas formas de cultivo, a agricultura urbana é realizada em espaços de utilização secundária à prática de produção, como é o caso das hortas implantadas em terraços de edifícios comerciais e residenciais, e nos quais as técnicas rurais são impraticáveis. Já a agricultura periurbana é desenvolvida em espaços ociosos, como terrenos baldios no meio urbano, onde é possível utilizar técnicas de produção que se assemelham à prática rural.

De acordo com Diógenes Kassaoka, engenheiro agrônomo da Secretaria, a Codeagro irá apoiar atividades de cultivo urbano, por meio da capacitação técnica de agentes multiplicadores, além da produção de conteúdos informativos, como cartilhas e manuais e divulgações nas redes sociais com orientações sobre formas de cultivo e as culturas mais indicadas.

As ações podem trazer vários impactos positivos à sociedade, como o estímulo às práticas e projetos de segurança alimentar e nutricional; contribui para a inclusão social de moradores urbanos, em especial das mulheres; promove a utilização de tecnologias sustentáveis e a educação ambiental, entre outros aspectos.

Também serão estimuladas iniciativas de reaproveitamento e reciclagem de resíduos orgânicos, além da capacitação técnica e de gestão aos agricultores urbanos e periurbanos; estimular hábitos de alimentação saudável; implantar espaços com fins pedagógicos em instituições de ensino, de saúde, religiosas, dentre outras entidades e associações; fomentar o cooperativismo e o associativismo; proceder à coleta e sistematização de informações socioeconômicas dos empreendimentos de produção agrícola urbanos e periurbanos; difundir tecnologias de produção; criar novos canais de comercialização e abastecimento.

Para o titular da Codeagro, José Valverde Machado Filho, a adoção de conceitos que definam hortas urbanas e periurbanas faz parte de uma política pública muito próxima à realidade das pessoas, que cada vez mais buscam uma relação com os alimentos que consomem, preferencialmente in natura. “Tais políticas visam estimular tanto a produção de alimentos dentro de casa, em pequenos canteiros ou hortas horizontais, como aquelas que promovem uma integração da comunidade”, avaliou o titular da Coordenadoria.

A política é um importante meio de promover a segurança alimentar, conforme destaca o secretário Arnaldo Jardim. “Estamos seguindo as determinações do governador Geraldo Alckmin ao estimular a produção de um alimento saudável e seguro à população”, disse.

Fonte: Codeagro

 

Tags:
, ,