OrganicsNet nas redes sociais:


 

Mercado

Nestlé inicia venda de produtos da Terrafertil

06/06/2019

A competição no mercado brasileiro de alimentos naturais e orgânicos promete ficar mais acirrada. A Nestlé lança no país hoje a marca Nature’s Heart, da Terrafertil. O objetivo é buscar a liderança no mercado de alimentos naturais embalados. Segundo dados da Euromonitor Internacional as vendas produtos naturais, orgânicos e funcionais movimentaram R$ 93,9 bilhões no Brasil em 2018, com um crescimento médio de 8,8% ao ano.

A Nestlé adquiriu participação majoritária na equatoriana Terrafertil em fevereiro de 2018, por uma quantia não revelada. Fundada em 2005 por cinco irmãos da família Bermeo, a Terrafertil tem como foco alimentos 100% naturais, orgânicos e os “superalimentos” (produtos com alta concentração de nutrientes). Seu carro-chefe é a fisális (“golden berry”), fruta que fornece em cada porção três vezes mais fibras do que a ameixa e o triplo do potássio da banana.

As multinacionais de consumo têm investido na aquisição de empresas de produtos com apelo saudável, para atender os novos hábitos do consumidor. A Unilever, por exemplo, adquiriu pequenas empresas no exterior, como a Pukka Herbs, de chás orgânicos, e a Sir Kensington’s, de molhos veganos. No Brasil, comprou a Mãe Terra em 2017.

No mundo, a própria Nestlé adquiriu em 2017, por US$ 2,3 bilhões, a Atrium Innovations, fabricante canadense de vitaminas. Em 2018, pagou US$ 7,2 bilhões pelo direito de vender produtos da Starbucks no varejo. Recentemente, a multinacional lançou um hambúrguer feito de proteína de soja e trigo na Europa e lança uma versão com base vegetal nos EUA, o “Awesome Burger”, desenvolvido pela Sweet Earth, empresa adquirida pela Nestlé em 2017.

Globalmente, a Terrafertil produz aproximadamente 400 linhas de produtos, entre leites vegetais, porções de “superalimentos”, frutas secas e desidratadas e mix de frutas. Os produtos são vendidos para 20 países. A empresa não divulga dados de receita e lucro.

No Brasil, a Terrafertil vai começar a operação com 20 itens, incluindo mix de frutas secas, leites vegetais (de amêndoa, arroz, aveia, coco e arroz, castanha de caju, cacau e arroz) e “superalimentos” (como nibs de cacau, quinoa real e spirulina).

Raúl Bermeo, fundador e diretor-geral da Terrafertil, disse que os leites vegetais são fabricados no Brasil pela unidade da Nestlé em Araçatuba (SP). As outras linhas são importadas, mas a intenção é fechar parcerias com agricultores para ter produção local das frutas.

“Buscamos levar ao mercado produtos de alta qualidade com preços competitivos. Para isso, trabalhamos com produtos locais. A empresa pode ter produção local no futuro. Isso vai depender da demanda”, afirmou ele, que continuou à frente da negócio após a aquisição . Um mix de castanhas de 25 gramas, por exemplo, chegará ao varejo brasileiro por R$ 5 a unidade. Marcas concorrentes são vendidas a preços que variam de R$ 4 a R$ 8.

Bermeo acrescentou que as vendas da Terrafertil crescem globalmente acima de 10% ao ano. Para 2019 a meta é seguir com crescimento de dois dígitos. Segundo ele, fora do Brasil, a empresa compra alimentos de aproximadamente 3 mil agricultores familiares. “No Brasil, uma fruta que queremos impulsionar bastante a produção é a ‘golden berry’”, disse.

Claudio Vicentini, gerente executivo de marketing de varejo da Nestlé, disse que o trabalho da multinacional consiste em acelerar a entrada da marca Nature’s Heart em novos mercados. No Brasil, a Nestlé faz a produção dos leites vegetais e se encarregará da distribuição. A estratégia comercial fica a cargo da Terrafertil, que já instalou sua base em São Paulo, com 15 funcionários.

Vicentini disse que a marca começa a ser vendida agora nas lojas do Pão de Açúcar, na Grande São Paulo. “A intenção é expandir a distribuição para todo o país futuramente”, disse, sem dar uma data específica.

Clique na Imagem abaixo e leia matéria na íntegra:

Fonte: Valor Econômico

 

Tags:
, , ,