OrganicsNet nas redes sociais:


 

Notícias

Agricultura familiar orgânica participa da Biofach em Alemanha

07/02/2020

Biofach Nuremberg, 2.018, estande brasileiro. Foto: OrganicsNet

Começa no dia 12 de fevereiro, em Nuremberg, Alemanha, com a participação de visitantes e expositores de diversos países, a maior feira de produtos orgânicos do mundo, a Biofach 2020.  Para representar o Brasil, participaram dez empreendimentos da agricultura familiar orgânica, cooperativas, agroindústrias e empresas que promovem a inclusão econômica e social de pequenos produtores, que foram selecionados por chamada pública.

Polpa de açaí, geleia de umbu, frutas secas de bacuri e cupuaçu, café, cachaça, cacau em amêndoas, guaraná em pó e mel são alguns dos produtos que serão expostos no Estande Brasil, na Biofach 2020. O espaço é organizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo e da Secretaria de Comércio e Relações Internacionais, pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX-Brasil) e pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE), através da Embaixada do Brasil em Berlim.

“Trabalhamos desde o primeiro dia do governo para valorizar ainda mais a nossa agricultura familiar, que também tem vocação para a agricultura orgânica e para a agroecologia. E um caminho é fomentar a comercialização da sua produção nos mercados nacional e internacional. A Biofach é um importante meio de entrada de produtos brasileiros, orgânicos e da agricultura familiar, na Europa, pois recebe visitantes de vários países, além da Alemanha. É uma grande oportunidade de apresentar o potencial do Brasil e de mostrar que trabalhamos a questão do desenvolvimento sustentável com seriedade, independentemente do tamanho da agricultura”, disse o Secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Mapa, Fernando Schwanke.

A participação brasileira conta com o apoio da Agência Alemã de Cooperação Internacional (GIZ, na sigla em alemão), que, por meio do projeto Mercados Verdes e Consumo Sustentável (MVCS).

Produtos orgânicos

A Fazenda Bacuri trabalha com o manejo sustentável da Floresta Amazônica para uma produção 100% orgânica a partir de frutas da biodiversidade local

Entre os expositores está a Fazenda Bacuri, uma agroindústria familiar do Nordeste do Pará que trabalha com o manejo sustentável da Floresta Amazônica para uma produção 100% orgânica a partir de frutas da biodiversidade local. O empreendimento envolve direta e indiretamente 15 famílias da região no manejo do bacurizeiro e na produção artesanal de geleias, doces, licores orgânicos, entre outros.

Responsável por comandar a Fazenda Bacuri, Hortência Osaqui considera a participação na feira uma grande chance para se conectar com investidores, visando a geração de novos negócios. “Esta é uma ação fundamental para a agricultura familiar, pois sem essa iniciativa do MAPA, de abrir portas e janelas, não teria viabilidade econômica para o pequeno participar. Ter essa visibilidade, poder levar os produtos e mostrar a qualidade, é uma oportunidade única. Principalmente quando se fala de biodiversidade amazônica, porque você está levando um produto extremamente inovador para uma das maiores feiras do mundo”, diz Hortência.

Ela disse que trabalhou um produto novo especialmente para o evento internacional. “Em 2018, participamos a primeira vez da Biofach, levando geleia e licores. Lá tivemos o feedback de que seria mais fácil vender as frutas secas. Estudamos todo o processo de transformação e nos preparamos para participar com um produto diferente. Agora, estamos levando frutas secas, tipo cristalizadas, de bacuri, cupuaçu e jambo, que podem ser utilizadas para fazer barrinhas de cereal e na área de confeitaria”, disse.

No Estande Brasil, o visitante também poderá conhecer o mel orgânico em bisnaga da Cooperativa Mista dos Apicultores da Microrregião de Simplício Mendes (COMAPI), localizada no semiárido do Piauí. Com cerca de 800 apicultores, todos agricultores familiares orgânicos, e uma base produtiva de aproximadamente 33.000 colmeias distribuídas em 10 municípios, a COMAPI está otimista quanto aos resultados a serem alcançados na feira.

Outro produto brasileiro com espaço garantido na feira é o café orgânico da Cooperativa dos Produtores de Café Especial de Boa Esperança (Dos Costas). O grupo, do sul de Minas Gerais, conta com 211 cooperados e participam pela primeira vez da Biofach.

“Somos uma cooperativa da agricultura familiar e depositamos muita esperança na Feira, porque ela nos traz a oportunidade de levar para a Europa o conceito de que o Brasil possui cafés orgânicos de muita qualidade e de mostrar a diversidade dos nossos produtos. Esperamos realizar juntamente com parceiros uma roda de negócios, para que possamos discutir sobre os nossos produtos e amanhã exportá-los não só apara a Alemanha, mas para todo o continente Europeu”, disse o Diretor-Presidente da cooperativa mineira, Eliezer Reis Jorge.

Weber Haus, foto: OrganicsNet

Também participam da Biofach 2020 a Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaça (Coopercuc/Bahia), a Cooperativa dos Agricultores Familiares de Poço Fundo e Região (Coopfam/Minas Gerais), a Cooperativa de Produtos Orgânicos da Amazônia (Copoam/Pará), a Cooperativa Agropecuária e Florestal do Projeto Reca/Roraima; a Weber Haus/Rio Grande do Sul, a Cooperativa Central de Produção Orgânica da Transamazônica e Xingu (Cepotx/Pará) e a  100% Amazônia/Pará.

Visitas técnicas

A delegação brasileira, composta por representantes do governo e expositores, chega na Alemanha no próximo domingo (9). O grupo inicia a programação participando de visitas técnicas, cujo objetivo é conhecer experiências e práticas de empreendimentos que trabalham com produtos orgânicos no país.

Na manhã de segunda-feira (10), o primeiro local a ser visitado é a fazenda de orgânicos Gemüsekiste, fundada em 1997, que produz principalmente frutas e vegetais. O destino seguinte é a fazenda Wildenbergen, onde, além de conhecer o estabelecimento, os visitantes irão provar pratos feitos com ingrediente orgânicos e na tarde, a delegação segue para a maior cervejaria orgânica da Alemanha, a Lammsbräu.

Na terça-feira (11), a visita técnica da manhã é na Kräuter Gut, uma fazenda especializada em ervas orgânicas. No início da tarde é a vez do supermercado Ebl Naturkost, que trabalha com produtos certificados de acordo com as diretrizes de associações orgânicas reconhecidas no país.

Leia a notícia completa, fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

 

Tags:
, ,