OrganicsNet nas redes sociais:


 

Pesquisa

Efeito deletério de óleos essenciais sobre Anticarsia gemmatalis e Helicoverpa armigera

21/05/2020

O controle de pragas baseado na utilização de óleos essenciais com baixa ou nenhuma toxidez tem grande utilidade na agricultura. Assim sendo, neste trabalho os óleos essenciais originados de nove diferentes espécies vegetais foram avaliados quanto ao potencial para uso no controle de Anticarsia gemmatalis Hubner, 1818 (Lepidoptera: Erebidae) e Helicoverpa armigera (Hubner) (Lepidoptera: Noctuidae), duas importantes pragas de cultivos nacionais. Os óleos essenciais de laranja doce (Citrus aurantium dulce), gengibre (Zingiber officinale Roscoe), melaleuca (Melaleuca alternifolia), canela cássia (Cinnamommum cassia), citronela (Cymbopogon sp.), menta (Mentha arvensis), orégano (Origanum vulgare), tomilho (Thymus vulgaris) e basilicão (Ocimum basilicum L.) foram pulverizados sobre folhas de feijão em concentração de 2µL/mL (em solução aquosa com Triton X-100 a 0,01%), que foram oferecidas a lagartas de A. gemmatalis e H. armigera. A solução controle foi composta apenas de água e Triton X-100 a 0,01%. Foram realizadas avaliações biológicas e comportamentais dos insetos e identificados os compostos majoritários dos óleos essenciais. A resposta de A. gemmatalis aos nove óleos essenciais avaliados foi diferente em relação à de H. armigera. Em ambas espécies, porém, observou-se bioatividade do óleo de basilicão, que pode ser devida à ação de seus compostos majoritários (linalol, 1.8-cineol, cânfora e eugenol).

Clique na imagem abaixo e confira Boletim na íntegra:

Fonte: Embrapa Meio Ambiente

 

Tags:
, , , , , , ,