OrganicsNet nas redes sociais:


 

Categoria: ‘Notícias’

PNAPO é finalista do Future Policy Award – Prêmio de Políticas para o Futuro

A Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica – PNAPO foi selecionada como uma das melhores políticas do mundo no apoio à ampliação de abordagens agroecológicas. Em 2018, o Prêmio de Políticas para o Futuro (Future Policy Awards FPA) homenageará políticas que efetivamente expandem abordagens agroecológicas no nível local, nacional e internacional. O prêmio celebrará exemplos notáveis de políticas que geram mudanças transformadoras na forma como produzimos e consumimos nossos alimentos. Os vencedores deste ano serão anunciados no dia 12 de outubro de 2018 e celebrados durante a Semana Mundial de Alimentação, em cerimônia no dia 15 de outubro de 2018, na sede da FAO em Roma. O evento será transmitido ao vivo.

Ana Maria Primavesi, expoente maior da agroecologia, completa 98 anos

Ana Maria Primavesi, a primeira mulher a afirmar, num meio exclusivamente masculino, que o solo tem vida, completa 98 anos. A engenheira agrônoma formada pela Universidade Agrícola de Viena veio para o Brasil nos anos 50 onde iniciou a carreira acadêmica e a atuação militante. Se hoje a agricultura orgânica renasce como alternativa efetivamente viável para alimentar a população mundial, aliando à produção de alimentos a conservação dos solos, deve-se principalmente aos estudos de Ana Primavesi.

Curso de Pecuária Leiteira Orgânica destaca a importância da gestão da água

Produtores e técnicos que participam do curso de Pecuária Leiteira Orgânica conheceram um pouco mais sobre manejo ambiental. Durante o quarto módulo, que ocorreu nos dias 28 e 29 de setembro, na Embrapa Pecuária Sudeste, um dos destaques foi o tema gestão da água. O pesquisador Julio Palhares falou sobre a importância do manejo hídrico. Segundo ele, deve-se adotar os 5 ‘Rs’ na produção animal: reduzir o consumo de água, reutilizar os efluentes, recuperar a qualidade da água, reciclá-la em outros usos e reabastecer as fontes, preservando as nascentes, por exemplo.

Para representante do movimento Slow Food no Brasil, a certificação atrapalha produtores de orgânicos

Por que os agricultores orgânicos devem pagar uma taxa anual para colocar um selo que certifica sua produção como livre de veneno enquanto o produtor que usa agroquímicos não tem obrigação alguma? Essa é uma das perguntas do agricultor familiar Antonio Augusto Santos, um dos representantes do movimento Slow Food no Brasil, que defende o direito das pessoas de sentir prazer na alimentação, utilizando produtos artesanais de qualidade que são produzidos respeitando o meio ambiente, os agricultores e consumidores.

Brasil assina parceria com o Chile para comercialização de orgânicos

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, e o ministro da Agricultura do Chile, Antonio Walker Prieto, assinaram um acordo com o objetivo de promover ações para facilitar o comércio de produtos orgânicos entre os dois países. O texto assinado prevê uma colaboração mútua na fiscalização e controle dos produtos e políticas voltadas para o desenvolvimento da produção orgânica, além da melhoria das bases de dados e de normas e regulamentos que regem a atividade. Esse é o primeiro reconhecimento mútuo de semelhanças nas normativas de produção orgânica negociado entre países da América do Sul.

No Amazonas, produtores de guaraná adotarão práticas agrícolas mais sustentáveis

Produtores do Amazonas, com o apoio da Coca-Cola Brasil e do Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), passarão a adotar práticas agrícolas ainda mais sustentáveis no cultivo do guaraná com a utilização da plataforma FSA-SAI (Iniciativa para uma Agricultura Sustentável – Sustainable Agriculture Iniciative). Utilizada em mais de 26 países, a meta é facilitar a absorção de melhores práticas de gestão compartilhada pelas indústrias e produtores agrícolas para modelos com padrões de avaliação de sustentabilidade.

Fertilizante orgânico é desenvolvido a partir da biomassa de plantas

Produzido a partir da biomassa aérea (parte da planta que fica para fora da terra) de espécies leguminosas, o N-verde é um fertilizante orgânico vegetal rico em nitrogênio (N) e de fácil aplicação.

IBEM lança o Portal Animais Orgânicos

Com o objetivo de difundir informações de fontes confiáveis, especialmente sobre criações orgânicas de animais para a produção de alimentos e visando o desenvolvimento de uma rede global de intercâmbio e a qualificação das criações orgânicas no Brasil, o Instituto do Bem-Estar (IBEM) lançou essa semana o Portal Animais Orgânicos.

Cultivo de grão-de-bico é testado no sistema orgânico em SP e ampliado no MT

Duas experiências distintas, em estados diferentes, para uma mesma cultura. Enquanto no Mato Grosso, em 2018, a área de cultivo de grão-de-bico ampliou de 60 para 6 mil hectares, em São Paulo a leguminosa foi testada no sistema orgânico.

Técnicas simples são destaque em curso de leite orgânico

O terceiro módulo do curso de Pecuária Leiteira Orgânica mostrou aos participantes que técnicas simples, fáceis de serem aplicadas, podem representar um avanço na qualidade do leite produzido em propriedades brasileiras. O curso acontece em cinco módulos e o próximo ocorrerá na Embrapa Pecuária Sudeste no final deste mês, nos dias 28 e 29.

Variedades exóticas de legumes e hortaliças começam a entrar no cardápio do brasileiro

Cenouras roxas, amarelas e vermelhas, beterrabas douradas, quiabo roxo, rabanetes de casca branca e polpa cor-de-rosa, couve-flor roxa, esses são alguns dos legumes e verduras de cores incomuns que estão cada vez mais presentes nos mercados e nos pratos de restaurantes. Boa parte dessas variedades está sendo trabalhada por produtores orgânicos ou sustentáveis, que se preocupam com as boas práticas do plantio. O resultado são alimentos que concentram mais sabor, além da cor diferenciada.

Visando o aumento da produção orgânica, especialistas defendem mais subsídios para o setor

A Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), do governo federal, oferece uma linha de crédito de investimento para agroecologia, o Pronaf Agroecologia, concedida a agricultores familiares que apresentarem projeto técnico para sistemas de produção de base agroecológica. No entanto, o agricultor tem que devolver o valor em até dez anos com encargos financeiros de 2,5% ao ano.

Câmara discute propostas sobre orgânicos e agrotóxicos

O projeto de lei (PL) 4576/2015, que trata da comercialização de alimentos orgânicos, aguarda parecer na Comissão de Defesa do Consumidor para seguir em tramitação na Câmara. A proposta em discussão tem posição contrária tanto do Ministério da Agricultura, como de representantes do setor da agricultura orgânica, em situação oposta à polêmica do PL 6299/02, que trata do registro, fiscalização e controle dos agrotóxicos no país, com defensores na Câmara e críticas de especialistas e entidades.

Em parceria com a UFRRJ, PESAGRO-RIO disponibiliza catálogo sobre sementes orgânicas

A PESAGRO-RIO está disponibilizando para download o “Catálogo de Sementes Produzidas Sob Manejo Orgânico”. Nessa publicação, os agricultores poderão conhecer as variedades disponibilizadas pela PESAGRO. Em seguida, será possível solicitar pequenas quantidades (10 a 20 g por variedade) para iniciar a multiplicação de suas próprias sementes.

Como a agricultura urbana tem modificado o setor de alimentos

De acordo com o professor da Universidade de Wageningen (Holanda), Jan Willen van der Schans, as pessoas que moram em cidades da Europa não estão só cultivando hortas em casa, elas estão produzindo seu alimento ao invés de comprá-lo. 

São Paulo implementa protocolo de transição para agroecologia

O protocolo de transição traz “diretivas técnicas” que orientam o agricultor a implementar as mudanças efetivamente. Tais diretivas preveem práticas de conservação do solo, controle de erosão, uso de fertilizantes orgânicos e adubos verdes, uso racional e aproveitamento da água, manejo ecológico de pragas e doenças, correta destinação de resíduos sólidos e adesão ao programa de regularização ambiental (PRA).

Millenials impulsionam o mercado de cosméticos naturais

Os mais jovens querem produtos que não agridam o ambiente e o mercado é promissor: a geração dos nascidos a partir de 1999 será o maior grupo de consumidores do mundo até 2020, atingindo um total de 2,6 bilhões de pessoas, segundo estimativas. “Os millenials lêem rótulos e embalagens procurando informação sobre ações sustentáveis da marca e ingredientes naturais”, diz Maya Colombani, diretora de sustentabilidade da centenária multinacional de origem francesa L’Óreal.

Interesse por cafés especiais cresce e empresas miram no mercado brasileiro

Na fazenda Sertãozinho, em Botelhos (MG), por exemplo, devido à altitude (1,3 mil metros) e todo o cuidado empregado, foi criado um café orgânico que foi premiado no Cup of Excellence 2017, uma das premiações de café mais exigentes e prestigiadas do mundo.

Saudável, orgânico e sustentável: a revolução dos millennials e a indústria alimentícia

“Trata-se de uma geração empenhada em apoiar um sistema alimentar menos destrutivo ao meio-ambiente, que procura apoiar produtores locais e questiona a produção de alimentos ultraprocessados. A procura pelos alimentos saudáveis leva as pessoas a preferir consumir alimentos orgânicos, agroecológicos, numa tendência crescente no mundo e também no Brasil”, afirma Sylvia Wachsner, coordenadora do Centro de Inteligência em Orgânicos da Sociedade Nacional de Agricultura.

Mais de 80% dos produtores de orgânicos têm dificuldades e recorrem a ajuda técnica

A Yoorin Fertilizantes, uma empresa especializada em transformar minerais em fertilizantes de alta eficiência agronômica, entendendo este cenário, passou a investir fortemente em assessoria técnica e qualificação de sua equipe, promovendo visitas de engenheiros agrônomos treinados para esse tipo de cultivo em pequenos, médios e grandes produtores. A empresa possui duas linhas de produtos certificados para utilização em agricultura orgânica.

Sul-coreanos criam oásis de alimentos orgânicos na Bahia

Devido à escassez de terras na Coreia do Sul, empresa de orgânicos Doalnara expandiu suas operações para o Brasil. Com dez mil hectares, a Oásis é, de longe, o maior projeto da empresa, rendendo cerca de 260 toneladas de alimentos na última colheita.

Projeto europeu trabalha em orgânicos mais resistentes

O objetivo é criar alimentos mais saudáveis, com baixo custo e melhor imunidade. “Atualmente, o material de reprodução existente é predominantemente otimizado para a agricultura convencional. Nosso objetivo é adaptar e melhorar os recursos genéticos especificamente para que a produção orgânica seja mais competitiva e atraente para os agricultores”, explica Ferdinando Branca, professor da Universidade de Catania (Itália).

Comissão da Câmara aprova projeto de lei que restringe comercialização de orgânicos

O PL não leva em consideração a Lei 11.947, de 16 de junho de 2009, que determina um mínimo de 30% do valor repassado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), para ser utilizado de forma obrigatória na compra de gêneros alimentícios provenientes da agricultura familiar.

Especialistas divergem sobre os “benefícios” dos alimentos transgênicos

Segundo o engenheiro agrônomo e ex-coordenador de Agroecologia (Coagre) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Rogério Pereira Dias, não há um consenso científico em relação aos riscos do consumo dos transgênicos. Ele prega o princípio da precaução. “Não acho que a sociedade deva ser cobaia num processo em que fica claro que o uso dessa tecnologia tem como objetivo principal o lucro para algumas empresas que passaram a poder ‘patentear’ as suas sementes e criar reservas de mercado ao associarem as sementes aos agrotóxicos produzidos por elas mesmas”, afirma.

Comissão da Câmara aprova projeto que restringe venda direta de orgânicos

Texto prevê que comércio direto ao consumidor será feito apenas por “integrante de organização de controle social cadastrado nos órgãos fiscalizadores”.