OrganicsNet nas redes sociais:


 

Categoria: ‘Mercado’

Mercado Orgânico brasileiro tem faturamento recorde em 2018

Lei federal 10.831, conhecida como “Lei dos Orgânicos” completa 15 anos com movimentação recorde de R$ 4 bilhões em 2018. Preocupação com saúde e respeito ao meio ambiente são os principais fatores que contribuem para o aumento do consumo.

Continua o crescimento mundial dos alimentos orgânicos

Em 2018 continuo o crescimento global do mercado de  produtos orgânicos e os Estados Unidos consolidaram sua posição de liderança. A Ecovia Intelligence projeta que o comercio de alimentos orgânicos deve superar US $ 50 bilhões pela primeira vez neste ano. A demanda por alimentos orgânicos está se fortalecendo. Segundo a OTA (Organic Trade Association), 83% das famílias norteamericanas  compram produtos orgânicos  que representam  5% do total de vendas dos alimentos no varejo.

O setor público como alternativa de mercado para o agricultor familiar

Ampliar a participação de cooperativas na oferta de alimentos para instituições do governo é uma realidade plausível e uma excelente oportunidade de escoar a produção. “Com o PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), as prefeituras pagam até 30% a mais pela compra de orgânicos, tornando este um nicho bem interessante para os produtores. Adicionalmente, os gestores públicos oferecem a alimentação saudável que almejam”, comenta Sylvia Wachsner, coordenadora do Centro de Inteligência de Orgânicos, da SNA.

Governo reduz imposto visando a ampliação do mercado para o gado orgânico

O Governo do Estado assina na última quinta-feira (22) o decreto que regulamenta o incentivo para produção de carne sustentável e orgânica por produtores do pantanal sul-mato-grossense. Reduzindo o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços), a expectativa é aumentar o abate de gado orgânico para 30 mil em 2019.

Nos EUA, da saúde à economia, os orgânicos continuam gerando grandes resultados

De acordo com dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), o gasto federal em orgânicos anualmente, incluindo o Programa Nacional Orgânico, é de US$ 12 milhões, produzindo grandes retornos a partir de um pequeno investimento. No balanço feito no ano passado esse valor girava em torno de US$ 9 milhões.

Parceria da Embrapa com a iniciativa privada lança cajuína orgânica em lata

Bebida genuinamente brasileira e típica da Região Nordeste, a cajuína ganhou nos últimos anos espaço no mercado nacional e, para atender a demanda do nicho voltado aos consumidores de produtos orgânicos, a Embrapa Agroindústria Tropical (CE), em parceria com as empresas Natvita e a Tijuca Alimentos, também de Fortaleza, desenvolveram a primeira cajuína orgânica em lata, que começou a ser comercializada pelas grandes redes de supermercados do País este ano.

Alimentos orgânicos brasileiros fazem sucesso na França

O Brasil marcou presença no Salão Internacional da Alimentação (Sial), que terminou na quinta-feira passada em Paris. No estande que foi chamado de inovação, uma seleção de 15 produtos com perfil orgânico, biodinâmico e sabores muito próprios de frutas e especiarias do País foi à luta por oportunidades de mercado.

Para impulsionar crescimento, Danone investe no setor de alimentos saudáveis

A Danone está apostando em sua expansão no lucrativo segmento de alimentação saudável para registrar um crescimento de vendas superior ao desempenho das rivais na próxima década. A maior fabricante de iogurte do mundo disse em um seminário para investidores em Londres na segunda-feira (22) que está contando com as categorias de alimentos de crescimento rápido como probióticos, alimentos orgânicos e água para oferecer “crescimento superior sustentável de rentabilidade “ até 2030.

Mundo Verde compra e-commerce Natue

A rede de produtos naturais Mundo Verde está ampliando sua presença no universo online. A empresa anunciou, na última sexta-feira (05), a aquisição da Natue, e-commerce de produtos naturais e orgânicos, com foco no mercado saudável.

Apex divulga estudo sobre mercado orgânico na França

Periodicamente a Apex-Brasil produz análises exclusivas sobre mercados prioritários para as exportações brasileiras no mundo. Desta vez, a agência está lançando o estudo – contratado junto a Euromonitor – sobre o mercado de orgânicos na França. O país é um importante consumidor de produtos orgânicos e a demanda segue crescendo.

Preocupação do consumidor com o bem-estar animal influencia na compra de carne orgânica

É provável que a demanda por carne orgânica continue superando a oferta por algum tempo, devido ao crescente interesse dos consumidores por esse tipo de produto natural e orgânico. O bem-estar animal também está emergindo como um fator-chave, ao lado de preocupações com a saúde e o meio ambiente.

Em 2018, mercado orgânico deve gerar R$ 4 bilhões no país

O valor diferenciado e as restrições de mercado não impedem o crescimento da cadeia nacional de gêneros orgânicos. A projeção do Conselho Nacional da Produção Orgânica e Sustentável (Organis) é um faturamento de R$ 4 bilhões no Brasil em 2018 e a continuidade do crescimento de 25% ao ano registrado desde 2015.

Mato Grosso do Sul soma 11 feiras com produtos orgânicos

Conforme dados do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), existem 855 feiras com produtos orgânicos em todo o país. Em Mato Grosso do Sul, estão regulamentadas 11, isso sem contabilizar as feiras tradicionais, em cidades como Bonito e Nioaque, em que há agricultores com práticas agroecológicas junto aos demais feirantes.

Empresas de cosméticos orgânicos crescem e enfrentam o desafio da regulamentação

Pelas normas da Ecocert, um cosmético só é considerado natural se tiver em sua composição 95% de ingredientes da natureza. Para ser considerado orgânico é preciso cumprir esse requisito e que 20% dos ingredientes do produto tenham origem orgânica certificada.

Setor orgânico dos EUA registra crescimento estável de 6,4% em 2017

As vendas orgânicas nos EUA atingiram um novo recorde de US$ 49,4 bilhões em 2017, um aumento de 6,4% em relação ao ano anterior e refletindo novas vendas de quase US$ 3,5 bilhões. As vendas de produtos orgânicos não alimentícios tiveram um aumento de 7,4%, atingindo a marca de US$ 4,2 bilhões, estabelecendo mais uma nova referência.

Buscando novos consumidores, Perdue Farms venderá frango orgânico mais barato

Um dos maiores produtores de frango dos Estados Unidos, a Perdue Farms Inc. quer levar carne de frango orgânica, geralmente consumida pelo segmento Premium, para a grande massa consumidora. A companhia norte-americana do estado de Maryland deve converter ainda neste ano a marca Simply Smart em um produto de ave orgânica, divulgou Eric Christians, diretor de marketing do grupo. A linha inclui produtos congelados como nuggets e peito de frango, sendo vendidas pela metade do preço de concorrentes diretos de produtos orgânicos similares no varejo.

Lucro da Balbo avança com orgânicos e etanol

Apenas a venda de açúcar orgânico gerou ao grupo uma receita de R$ 216,8 milhões na safra passada, um avanço de 13,2% sobre a temporada anterior. O grupo também vendeu R$ 45,8 milhões em etanol orgânico e outros R$ 28,5 milhões com outros produtos orgânicos, representando um aumento de 47,9% e 10,4%, respectivamente.

Startup catarinense de refeições orgânicas mira território nacional

A empresa Pura Comida Orgânica é de Joinville (SC), mas seus produtos já podem ser encontrados em Florianópolis, Porto Alegre, Curitiba, São Paulo e outras 15 cidades.

Empresa brasileira comercializa suplemento à base de cúrcuma orgânica

André Edelstein, de 27 anos, lançou recentemente a Vivitá Suplementos. As cápsulas comercializadas pela empresa têm em sua composição apenas cúrcuma, produzida de forma orgânica em uma fazenda de Ribeirão Preto, interior de São Paulo.

Venda de orgânicos aumenta em supermercados

O grupo varejista francês Casino, dono das bandeiras Pão de Açúcar e Extra, vendeu 26% mais produtos orgânicos e ecologicamente corretos em suas 12.271 lojas em todo o mundo, em 2017. De acordo com pesquisa feita pelo Conselho Brasileiro de Produção Orgânica e Sustentável (Organis), os supermercados são o principal canal de vendas desses produtos no Brasil.

Sebrae Multiplica debate as tendências e os desafios para as exportações de alimentos orgânicos e sustentáveis

Com o objetivo de conhecer mais sobre como os exportadores brasileiros devem se posicionar ao participar das feiras internacionais de alimentos orgânicos e sustentáveis, o painel Sebrae Multiplica, realizado durante o Green Rio 2018, contou com a participação da coordenadora do Centro de Inteligência em Orgânicos, Sylvia Wachsner. 

Maior feira de orgânicos da América Latina acontece em SP e expectativa é de que o setor fature 20% mais este ano

Segundo o diretor executivo do Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável (Organis), Ming Liu, a expectativa para 2018 é que o setor orgânico fature 20% mais do que no ano anterior, no mercado interno e externo. O Organis está participando, em São Paulo, da Bio Brazil Fair/Biofach América Latina – Feira Internacional de Produtos Orgânicos e Agroecologia, que vai até sábado (9), no Pavilhão de Exposições do Anhembi.

O projeto da Nestlé para lançar seu leite orgânico no Brasil em 2019

Taissara Martins, Gerente de Desenvolvimento de Qualidade e Fornecedores da Nestlé Brasil, contou em detalhes como tem sido o processo de produção de leite orgânico realizado pela empresa no país. A conversa aconteceu em um debate realizado durante o evento Green Rio 2018, em maio, na Marina da Glória (RJ).

Nos Estados Unidos, venda de carne orgânica bate recorde

As vendas totais de carnes, aves e peixes orgânicos atingiram US$ 1,2 bilhão em 2017, um aumento de 17,2%, configurando um novo recorde. Segundo a OTA, essa foi a primeira vez que essa categoria ultrapassou a marca de US$ 1 bilhão.

Multinacionais buscam se adequar aos novos hábitos de consumo

Os hábitos de consumo alimentícios do brasileiro, ainda que aos poucos, está mudando. Antes restritos a pequenos grupos, atributos de cunho nutricional, de saúde e de sustentabilidade têm se tornado atrativos e até mesmo decisivos para um número cada vez maior de pessoas no momento da escolha de seus alimentos. Com isso, grandes empresas vem buscando se adequar à essa mudança.