OrganicsNet nas redes sociais:


 

A visão desse Instituto se coaduna com o documento planetário A Carta da Terra, em seus princípios e valores para um futuro sustentável, e tem como objetivo desenvolver e acolher todos os estudos em prol da auto-organização do Biocampo.

Contato:

Avenida das Américas, 500, Bloco 6 - sala 305 Shopping Downtown, Barra da Tijuca
22640-904
Rio de Janeiro

(21) 3687-5082/ 2051-7621/ 99614-2626

faleconosco@institutobiofao.org.br
www.institutobiofao.org.br

Certificados:

Sobre o Associado


Quem somos?

O Instituto BioFAO nasceu embalado pelo sonho de uma nova medicina com foco na saúde e na vida. A BioFAO (Metodologia dos Fatores de Auto-Organização do Biocampo) compreendeu, desde cedo, que não poderia ficar confinada a consultórios particulares. Em 2007 nasce o Instituto BioFAO, uma organização sem fins lucrativos, que promove conhecimentos e práticas que contribuem para a visão de uma auto-organização em todas as dimensões da vida. É um sistema médico que promove o equilíbrio através da reestruturação da rede de informação eletromagnética do indivíduo, gerando um processo de centramento natural do ser, como condição primordial para a auto-organização, resultando na recuperação da saúde física, mental e espiritual.

A visão desse Instituto se coaduna com o documento planetário A Carta da Terra, em seus princípios e valores para um futuro sustentável, e tem como objetivo desenvolver e acolher todos os estudos em prol da auto-organização do Biocampo.

Dentro do escopo da agricultura, a Metodologia BioFAO é trazida na forma de um composto homeopático próprio para aplicação nas plantas e que foi elaborado com sete medicamentos homeopáticos clássicos dinamizados. Este composto é capaz de tocar e acionar o campo vital dos vegetais, despertando-os para uma dinâmica de auto-organização, ao possibilitar um aumento de suas defesas imunológicas e a melhoria de suas condições de saúde, como vitalidade, qualidade e sabor dos frutos, velocidade de crescimento, níveis de clorofila, maior resistência a doenças e pragas, entre outras variáveis.

 O que é Agrohomeopatia?

A agrohomeopatia pode ser definida como a aplicação da ciência homeopática na agricultura. A palavra “homeopatia” tem origem no grego homoispathos, onde homois significa semelhante e pathos, doença. Desde que exista energia ou força vital disponível, ou seja, capacidade do organismo em reagir, os medicamentos homeopáticos interferem em sua saúde, restabelecendo-a.

“Se as leis que eu proclamo são leis da natureza, elas serão válidas para todo ser vivo!” Samuel Hahnemann.

Entende-se, deste modo, que a efetividade da cura do sistema produtivo depende da prática de uma agricultura sustentável e que não favoreça o adoecimento das plantas, do solo e do meio ambiente. Desta maneira, é notável a importância do sistema de produção orgânico, no qual são respeitadas e valorizadas as condições ecossistêmicas nas quais há o desenvolvimento saudável e balanceado das plantas. A agricultura orgânica tem como base de suas práticas a preservação dos recursos naturais, tendo sempre como foco o equilíbrio da lavoura como um todo.  A agrohomeopatia enquanto tecnologia altamente viável ao sistema produtivo vem sendo empregada como umas das principais ferramentas pelos produtores orgânicos em conjunto com variadas técnicas agroecológicas. Seu objetivo é estar a serviço de uma nova forma de se relacionar com a vida.

Conheça a BioFAO na Agricultura

A Metodologia

Saiba um pouco mais sobre quais princípios a Metodologia BioFAO segue e quem pode vivenciar esta solução.

BioFAO na Agricultura Orgânica

Fique tranquilo para utilizar BioFAO no seu modo de produção orgânico, pois é permitido pelo MAPA

Nossa História

Entenda melhor como iniciamos nossa atuação na Agricultura e como a Metodologia BioFAO se expandiu no campo.

Nossa identidade

Conheça os nossos pilares de sustentação e o que nos move na direção de um futuro melhor.

BioFAO e sustentabilidade

Veja como a BioFAO preza pelo equilíbrio do ecossistema e se apoia em diversas vertentes de sustentabilidade

A Metodologia

Se você tem consciência de que o uso de agrotóxicos é extremamente danoso à Vida e busca uma saída para o cultivo natural de todas as espécies, a Metodologia BioFAO se apresenta como solução.

A Metodologia BioFAO para a agricultura também se constitui como suporte ideal na transição do cultivo convencional para o orgânico. A BioFAO realiza o controle biológico de forma natural e eficiente, mantendo os cultivos saudáveis e equilibrados. Atua na estimulação de processos vitais nas plantas com o fortalecimento do biocampo circundante através da aplicação de substâncias naturais em altas diluições que são capazes de gerar uma informação para o vegetal. Essa informação promove um estímulo natural, fortalecendo a resistência das plantas contra pragas e doenças.

Desenvolvido para atender pequenos e grandes produtores, além de pessoas com pequenos cultivos domiciliares, a BioFAO para a agricultura é extremamente acessível, fácil de ser adquirida e é voltada para aqueles que querem promover uma agricultura a serviço da Vida e da biodiversidade.

“Passamos para o vegetal a informação compatível com o biocampo e acontece uma ressonância, muitas vezes observada pelos próprios agricultores que, em muitos relatos, percebem a presença de um campo de energia na lavoura e se referem a um bem-estar quando entram numa área tratada com essa perspectiva de auto-organização sistêmica” – Míria de Amorim – trecho do livro BioFAO na Agricultura.

BioFAO na Agricultura Orgânica

A homeopatia é condizente com todos os princípios da agricultura orgânica e harmônica com as bases epistemológicas que norteiam os princípios sustentáveis da produção agrícola em um cenário global.

A Metodologia BioFAO é trazida na forma de um preparado homeopático, tendo sua utilização permitida na agricultura orgânica dentro do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica – SisOrg. O Regulamento Técnico para Sistemas Orgânicos de Produção estabelecido pelo MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) para Produção Primária Vegetal consta na IN nº 46 de 06/10/2011 atualizada pela IN nº 17 de 18/06/2014.

“A história da vida na Terra tem sido uma história de interação entre coisas vivas e seus ambientes”. Rachel Carson – autora de Primavera Silenciosa

Nossa história na agricultura

                A história da Metodologia BioFAO na agricultura se inicia quando a Dra. Míria de Amorim, ao já ter atuado no tratamento de pessoas e animais intoxicados por agrotóxicos, inicia projetos na agricultura, em propriedades da Região Serrana do Rio de Janeiro. Os projetos apresentaram excelentes resultados na lavoura e os agricultores se mostraram extremamente satisfeitos com o equilibro natural que foi gerado na propriedade, além de não precisarem mais utilizar agrotóxicos, produtos de alta toxicidade e que comprometiam e ameaçavam a saúde destes e de suas famílias. Nos anos seguintes, novos experimentos foram realizados com agricultores de Caxias do Sul (RS) e em Portugal, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), gerando resultados significativos e extremamente satisfatórios.

            Em 2011, a Dra. Marli Ranal, em parceria com o Instituto BioFAO, iniciou uma vasta pesquisa composta por experimentos executados na Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Estes experimentos tiveram como principal objetivo alcançar a melhor potência medicamentosa para geração do protocolo de uso da Metodologia BioFAO na agricultura. Essas pesquisas favoreceram estudos comparativos sobre a forma mais efetiva de ativação do biocampo nas plantas, no sentido de fortalecer a via medicatrix naturae, a “força curativa da natureza ou força vital” que retoma sua potência máxima de atuação, de forma a promover auto-organização no reino vegetal. Os resultados dos projetos realizados em parceria com a UFU podem ser encontrados no livro “BioFAO na agricultura: recuperação da defesa natural das plantas” lançado em 2017.

Nossa identidade

 Missão

Promover o sonho de uma arte de curar com foco na saúde e na vida e garantir que todos os seres possam experimentar outro lugar existencial, energético, emocional, psíquico, relacional e espiritual, acionando memórias de saúde e bem-estar.

Visão

Vislumbrar os impactos positivos dos processos de auto-organização em toda a Comunidade de Vida em perfeita sintonia com as Ordens da Vida.

Valores

  • Alinhamento e coerência com a nossa Missão;
  • Compromisso com ações pautadas em princípios éticos e de inclusão;
  • Compromisso com a causa socioambiental;
  • Valorização do conhecimento e sua transmissão;
  • Busca pela excelência.

BioFAO e sustentabilidade

Inclui-se no processo de utilização da BioFAO o respeito à biodiversidade e o abandono definitivo dos agrotóxicos. Desta forma é uma poderosa ferramenta que privilegia a dinâmica dos processos naturais que se desenvolvem em um panorama de equilíbrio inato.

A Metodologia BioFAO ajuda no equilíbrio do meio ambiente ao ter um enfoque sistêmico, ao incluir a consciência de que estamos lidando sempre com a inter-relação de campos dinâmicos no planeta Terra. O Instituto BioFAO está comprometido em ajudar a promover um futuro mais sustentável.

A abrangência sistêmica da Metodologia privilegia toda uma cadeia que se inicia na saúde ambiental, preservando o solo e as plantas e passando pela recuperação da saúde do trabalhador intoxicado. Tem o potencial de transformar todo o ciclo vicioso de adoecimento do indivíduo e do seu meio num ciclo virtuoso, que favorece a sustentabilidade dos sistemas vivos.

Perguntas frequentes

Como o composto é formado e qual a sua potência medicamentosa?

É formado por sete medicamentos homeopáticos que são vetores de informações eletromagnéticas das naturezas que estão relacionadas direta e especificamente com o código vital. Os Fatores de Auto-Organização do Biocampo são: cinco anos de pesquisa, são eles:

  1. Antimonium crudum(Antimônio)
  2. Kali carbonicum (Carbonato de Potássio)
  3. Mercurius solubilis (Nitrato de Mercúrio)
  4. Sulphur (Enxofre)
  5. Natrum muriaticum (Cloreto de Sódio)
  6. Aurum metallicum (Ouro)
  7. Ammonium muriaticum (Cloreto de Amônia)

A potência medicamentosa recomendada é a de 10CH.

A BioFAO é um remédio?

No sentido clássico, ela não é um remédio químico, que vem de fora para dentro da planta, para curar doenças ou livrá-la de pragas. A BioFAO consiste em uma informação eletromagnética (informação biofísica), que promove uma abertura do campo vital da planta, fazendo-a se alinhar aos padrões de saúde que existem naturalmente no campo vital de todos os seres vivos. Assim, ao receber o composto homeopático, uma espécie de código de saúde, o campo vital da planta começa a se alinhar às memórias de saúde e se auto- organizar. É o próprio vegetal que se auto-organiza a partir desta informação.

Como preparar o medicamento para aplicação?

Para se preparar a diluição a ser aplicada, deve-se diluir 10 glóbulos para cada 1 (um) litro de água e aplicar em algumas folhas de cada planta. Não há necessidade de pulverizar todo o vegetal com a medicação, pois aqui se trata de uma informação eletromagnética, que será captada pela folha e será absorvida de forma sistêmica por toda a planta. Para 1 ha utiliza-se em média 30 litros de água, mantendo-se as proporções de 10 glóbulos por litro, portanto, devem ser utilizados em média 300 glóbulos. Recomendamos que durante o tratamento com BioFAO, o medicamento seja aplicado quinzenalmente e preferencialmente no período da manhã (no qual os estômatos estão geralmente mais abertos e a planta mais apta para a respiração). Se possível, utilizar o medicamento BioFAO desde o início do ciclo das culturas. Neste caso, a 1ª aplicação já pode ser realizada na fase de plântula (quando a planta começar a apresentar as primeiras folhas). No caso de transplantio de mudas, a 1ª aplicação pode ser realizada 3 dias depois, quando a planta estiver com suas raízes mais bem estabelecidas no solo.

 A BioFAO tem algum efeito tóxico?

Não, a medicação homeopática não tem nenhum efeito tóxico. Mas como qualquer medicamento homeopático, se for ingerido, vai atuar na pessoa e, neste caso, trata-se de uma medicação e potência inadequadas para humanos. Por isso, indicamos alguns cuidados na hora da aplicação, pois os pulverizadores levantam uma nuvem de micropartículas do medicamento:

  • Importante a utilização de óculos para não receber a medicação diretamente nos olhos;
  • Proteger a pele com uma vestimenta comum e cobrir eventuais ferimentos a fim de evitar a entrada do medicamento;
  • Utilizar uma máscara descartável semi facial a fim de proteger a região do nariz e da boca;
  • Evitar o contato com o medicamento antes e durante a aplicação na lavoura.

Quais os cuidados a serem tomados com o BioFAO (como medicamento homeopático)?

  • Medicamentos homeopáticos são sensíveis a radiações de aparelhos eletroeletrônicos, sobretudo de aparelhos celulares. Devem permanecer a uma distância de no mínimo 15 cm de aparelhos celulares, e de no mínimo 3 metros, se estes estiverem carregando. Atenção: os medicamentos perdem a sua eficácia se ficarem próximos de celulares;
  • Medicamentos homeopáticos não devem ser armazenados em locais com cheiros de canforados, como por exemplo eucalipto e similares, assim como naftalinas e outros cheiros muito ativos, pois podem ser afetados;
  • Medicamentos homeopáticos não podem passar por raios-X, pois perdem sua eficácia;
  • Medicamentos homeopáticos não podem ficar expostos ao sol e ao calor excessivo. Depois de dissolvido em água, o medicamento deve ser aplicado nas próximas 8 horas. Não deixar o medicamento preparado de um dia para o outro porque ele perde a sua potência medicamentosa;
  • Utilizar recipientes adequados para preparo do medicamento. O recipiente não poderá ter vestígios de substâncias tóxicas (ex: agrotóxicos), pois estas contaminam o medicamento interferindo negativamente em sua resposta.
  • Sempre que tiver sido utilizado anteriormente, o pulverizador a ser utilizado para aplicação dos medicamentos na lavoura deve ser muito bem lavado.
  • Os medicamentos serão enviados numa embalagem de papel alumínio especial, que os protege das radiações emitidas por celulares. Depois de utilizado, o medicamento restante no vidro deve ser recondicionado dentro da embalagem de alumínio.

Como faço para adquirir o medicamento e continuar recebendo mais informações?

Ao acessar o site do Instituto BioFAO na Agricultura você irá encontrar mais informações e poderá fazer a solicitação online do produto. Você também pode entrar em contato conosco através do e-mail faleconosco@institutofao.com.br ou pelo telefone (21) 3687-5082, em caso de dúvidas ou sugestões.

 Fale conosco

 Instituto BioFAO – Avenida das Américas, 500, Bloco 6 (C ou D) – sala 305, Shopping Downtown, Barra da Tijuca – Rio de Janeiro, RJ

Telefones: (21) 3687-5082 | (21) 2051-7621 | (21) 99614-2626

Email: faleconosco@institutobiofao.org.br

Web: www.institutobiofao.org.br

BioFAO nas Redes sociais

Instagram: biofao_agricultura

Facebook: BioFAO na Agricultura

Twitter: @NaBiofao

Galeria de Imagens

 

Novidades

Instituto BioFAO chega à OrganicsNet

A rede OrganicsNet conta com mais uma nova parceria, o Instituto BioFAO que nasceu embalado pelo sonho de uma nova medicina com foco na saúde e na vida. Dentro do escopo da agricultura, a Metodologia BioFAO é trazida na forma de um Cartilha BioFAO para Agricultura próprio para aplicação nas plantas e que foi elaborado com sete medicamentos homeopáticos clássicos dinamizados.

Veja mais notícias sobre