OrganicsNet nas redes sociais:


 

Tag: ‘Nestlé’

Grandes marcas apostam no segmento de alimentos orgânicos

Mãe Terra, criada em São Paulo, em 1979, em um negócio avaliado pelo mercado entre R$ 120 milhões e R$ 150 milhões. Quando foi comprada, o ritmo de expansão da Mãe Terra era de 30% ao ano. Em seu portfólio há uma linha de produtos com a chancela da chef natureba Bela Gil. Na época da compra, a Mãe Terra era a nona maior empresa do Brasil no segmento de alimentos e bebidas saudáveis, com 0,5% do mercado, dominado por gigantes como Nestlé, Danone, Coca-Cola e a própria Unilever.

Nestlé retoma crescimento no Brasil

Os negócios da Nestlé estão em forte aceleração no Brasil, multinacional suíça informou que tem “projetos ambiciosos” para este ano e os próximos, nesse que é seu quarto maior mercado globalmente, depois de Estados Unidos, China e França.

Nestlé amplia oferta de produtos saudáveis no Brasil, busca parcerias com startups

Empresa está ampliando os esforços para introduzir mais produtos naturais e orgânicos no Brasil, seu quarto maior mercado mundial, como parte de uma iniciativa mais ampla nas Américas para cortar açúcar, sódio e gorduras saturadas de seus alimentos, disse um porta-voz em entrevista.

Nestlé investirá R$ 680 milhões em produtos orgânicos e embalagens renováveis

O objetivo do investimento no estado de São Paulo é incrementar a produção de leite orgânico, desenvolver projetos de inovação ligados ao cultivo de café e criar embalagens sustentáveis. 

Garoto lança um chocolate orgânico, sem glúten e lactose

A Garoto, de propriedade da Nestlé, lança a linha Terruá de chocolates orgânicos, sem lactose ou glúten. Os chocolates variam de 38% a 70% em teor de cacau. 

Fazendas brasileiras se preparam para produzir leite orgânico

O curso de Pecuária Leiteira Orgânica, que teve seu primeiro módulo realizado nos dias 15 e 16 de junho em Serra Negra (SP), recebeu produtores e técnicos do Rio de Janeiro, Mato Grosso, São Paulo, Rio Grande do Sul, Alagoas e Ceará. O grupo volta a se encontrar para o segundo módulo nos dias 27 e 28 de julho, na Embrapa Pecuária Sudeste, em São Carlos.

O projeto da Nestlé para lançar seu leite orgânico no Brasil em 2019

Taissara Martins, Gerente de Desenvolvimento de Qualidade e Fornecedores da Nestlé Brasil, contou em detalhes como tem sido o processo de produção de leite orgânico realizado pela empresa no país. A conversa aconteceu em um debate realizado durante o evento Green Rio 2018, em maio, na Marina da Glória (RJ).

Centro de Inteligência em Orgânicos promove debate sobre a entrada de grandes industrias no setor

Ao longo do painel foram abordadas questões relacionadas ao conceito de orgânico, à necessidade de agregação de valor e aos desafios da indústria para garantir que os produtos orgânicos sejam elaborados dentro das normas legais.

Nestlé lança laboratório de controle de qualidade com foco em orgânicos

“Quando você promete ao consumidor que é orgânico, tem que ser orgânico. Você tem que assegurar que seja livre de pesticidas”, afirmou Fabien Robert, gerente de qualidade da Nestlé para Américas, acrescentando que a nova instalação pode significar maior “frequência” de testes para pesticidas e organismos geneticamente modificados.

Após comprar a parte majoritária da Terrafertil, Nestlé prepara lançamento de produtos orgânicos no Brasil

O maior grupo alimentício do mundo segue na direção de capturar a crescente demanda por produtos orgânicos e naturais e já anunciou que, nas próximas semanas, lançará sua primeira linha orgânica no Brasil.

Nestlé lança no mercado aveia orgânica

A entrada da maior empresa de alimentos e bebidas do mundo na área fomenta uma evolução sem precedentes na cadeia produtiva de aveia orgânica, garantindo a rastreabilidade do processo e acelerando a democratização desse tipo de produto.

Nestlé apoia produção de leite orgânico

Se essa meta da Nestlé for alcançada, a produção brasileira de leite orgânico, hoje estimada em apenas 20.000 a 30.000 litros por dia em todo o País, irá praticamente dobrar.

Dinamarca, contra o desperdício de comida

Graças a ativistas, supermercados e fabricantes, nação europeia elimina 25% do desperdício. Grandes indústrias de alimentos como Nestlé e Unilever unem-se ao movimento.