Maçã transgênica será testada nos EUA

arcticr-apple-labelling

Carter, responsável pela The Packer, disse que a empresa vai rotular as maçãs transgênicas com o nome “Artic”, e as embalagens terão o link do site da empresa. No entanto, a empresa não tem planos para rotular seus produtos como “geneticamente modificados”. “Todo o processo de regulamentação (que durou cinco anos) foi o suficiente para dizer que essa é tão segura como qualquer outra maçã e não trará riscos para o ambiente ou a saúde humana. Ao rotular como geneticamente modificado você está demonizando o produto e o processo, como empresa não acreditamos que este seja o caminho a percorrer.  As maçãs geneticamente modificadas “Artic” serão testadas nos Estados Unidos no período entre 2016 e 2017.

Apesar do entusiasmo de Carter, a resposta do consumidor para as maçãs pode ser mista: o estudo da Heartbeat Scribe sobre alimentos geneticamente modificados revela que as preocupações dos consumidores sobre estes alimentos estão crescendo e o mercado Whole Foods decidiu de rotulá-los em suas lojas. Quatro em cada 10 pessoas dizem que evitar ou reduzir os OGM em suas dietas diárias, cerca de 29 por cento em 2010. As diferenças entre eles têm mais a ver com as suas aspirações em torno da qualidade de produção da comida e bebida. Por exemplo, 87 por cento dos consumidores de alimentos geneticamente modificados são usuários de orgânicos, e agora compõem 73 por cento dos compradores adultos.

Fonte: Heartbeat Scribe

 

Share your thoughts