A ascensão do consumo orgânico italiano

Consumo de orgânicos na Itália continua em crescimento. É o que diz o estudo realizado pela Ismea-Gfk Eurisko, em 2011 os italianos gastaram 8,9% a mais em orgânicos do que no ano anterior. O estudo considerou todos os produtos orgânicos vendidos por grandes redes de supermercados, dentre eles, os que apresentaram maior índice de crescimento foram: lácteos (16%), ovos (21%), biscoitos, doces, salgadinhos e refrigerantes  (16%).

Frutas e vegetais cresceram 3%, já os substitutos orgânicos do macarrão, arroz, e pães, apresentaram queda de 3% em 2011. O macarrão orgânico obteve o pior resultado com queda de 11%. Carnes e salsichas tiveram declínio de 8%, óleos de 19%, e açúcar, café e chá de 3%.

A arrecadação italiana em vendas de produtos orgânicos gira em torno de 1,550 milhão de euros, o que torna a Itália o sexto país do mundo em volume de negócios, atrás dos Estados Unidos, Alemanha, França, Reino Unido e Canadá. Na Itália, mais de 1 milhão de hectares de terra possuem o certificado orgânico.

Fonte: Organic-Market.Info

Share your thoughts