Agricultura orgânica é alternativa para produtores rurais do Alto Tietê

Cada vez mais, os brasileiros estão optando por ter em suas mesas produtos orgânicos, ou seja, legumes e verduras cultivados sem adubos químicos ou agrotóxicos. Como o Alto Tietê é considerado um cinturão verde, na última semana o projeto Caravana Copa Orgânica, patrocinado pelo Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e realizado pelo Instituto BioSistêmico (IBS), passou por Mogi. O projeto tem como objetivo divulgar a importância desse modelo de agricultura sustentável.

De acordo com o consultor do IBS, Danilo Pereira Caceres, os agricultores precisam enxergar o potencial de cultivar produtos orgânicos, principalmente no município de Mogi, já que esse tipo de agricultura é economicamente viável: “Ao seguir a maneira correta de cultivo, os produtores terão mais esse mercado de consumidores para atender e aqui na região observei que a prática já foi adotada por vários produtores”.
O consultor explica que a agricultura orgânica se destaca pelos produtos saudáveis, pelo fato de ser uma técnica sustentável que preserva, inclusive, a propriedade agrícola, e por ter como base o trabalho regularizado. Todos esses diferenciais, que fazem da agricultura orgânica uma técnica viável, são abordados nas palestras e cursos do projeto, que teve início como uma ação convergente com o programa do governo chamado Copa Verde, que prevê práticas sustentáveis em razão da Copa de 2014, no Brasil.

A caravana, que também esteve em Suzano, apresenta no curso o conceito de agricultura orgânica, a legislação, a oportunidade e as dez técnicas de diferencial para a produção orgânica. “Sem dúvida é um novo caminho para os agricultores seguirem”, afirma Caceres.

Segundo informações da agência Sebrae, todas as atividades serão gratuitas e os interessados podem se inscrever na hora ou pelo site do projeto – www.caravanacopaorganica.com.br. A previsão é percorrer todas as cidades-sede da Copa de 2014 e os principais pólos de produção agrícola das regiões metropolitanas. No site também há os roteiros dos lugares em que a caravana irá passar.

Fonte: http://www.moginews.com.br/materias/?ided=1121&idedito=81&idmat=86345

Share your thoughts