Ásia: Indústria de Cosméticos discute sustentabilidade na produção

O abastecimento sustentável de matérias-primas está ganhando popularidade na indústria de cosméticos. No entanto, o Organic Monitor aponta que a Ásia está um pouco atrasada. Embora o continente tenha se tornado uma importante fonte de ingredientes para cosméticos, as perguntas pairam sobre o impacto ecológico e social dessas matérias-primas.

A região Ásia – Pacífico tem 30% da área da superfície global, e ainda abriga 60% da população mundial. O acelerado crescimento econômico e a consequente urbanização, estão exercendo enorme impacto sobre os recursos naturais e ameaçando a biodiversidade. A região perdeu 95% de suas florestas primárias e, segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN), a região tem o maior número de espécies animais e vegetais ameaçadas.

O desmatamento e a drenagem de zonas úmidas estão associados com a agricultura de matérias-primas cosméticas. A produção de óleo de palma – o óleo vegetal mais utilizado em produtos cosméticos – tem sido diretamente responsável ​​pela destruição das florestas tropicais na Malásia e na Indonésia. Bem como, pela liberação de gases estufas, além disso, o cultivo de óleo de palma colocou a sobrevivência de animais, como o orangotango e o tigre de Sumatra, em risco.

Há também preocupações sobre o fornecimento sustentável de outros ingredientes cosméticos, como perfumes e ativos naturais, pertencentes a regiões indígenas. O Sândalo, nativo da Índia e Sri Lanka, agora é produzido principalmente na Austrália por causa da alta incidência de extração ilegal da madeira. Há também questões éticas sobre os ingredientes de origem animal em produtos cosméticos, como por exemplo, o óleo de fígado de tubarão, muito utilizado por indústrias asiáticas.

Como será indicado na próxima edição da Sustainable Cosmetics Summit Ásia-Pacífico, encontro para discutir sobre Cosméticos Sustentáveis​​, este segmento precisa incentivar o a ética e a biodiversidade na região. Com o mercado de cosméticos asiático prestes a se tornar a maior do mundo, os consumidores asiáticos têm, potencialmente, uma maior influência sobre as “compras verdes”.

asia

Fonte: Organic Monitor

Leia mais

Conheça marcas de cosméticos orgânicos

Sustainable Cosmetics Summit: resultados

Rede de supermercados orgânicos abrirá resort

CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK TWITTER

 

Share your thoughts