Califórnia pode proibir sementes geneticamente modificadas

feira orgânica, Santa Monica
Califórnia poderá proibir o cultivo, venda e distribuição de sementes e plantas geneticamente modificadas. A medida, conforme explicam os integrantes do movimento, “destina-se a proteger as culturas dos jardins domésticos da contaminação das sementes que tenham sido geneticamente modificadas.” A proposta não afeta a venda de alimentos que contenham ingredientes geneticamente modificados, a moção de rotulagem obrigatória, para fins informativos, não prosperou devido  ao forte lobby que realizaram empresas como a Monsanto, Kraft e Coca-Cola.

“A portaria está pendente e sua aprovação seria mais simbólica do que qualquer coisa, mas significaria um passo muito importante a segunda maior cidade do país declarar-se zona livre de sementes geneticamente modificadas”, diz David King. King é diretor do Jardim e Biblioteca de sementes de Los Angeles, e uma das pessoas que participou no município a desenvolver o movimento.

Califórnia é um dos principais produtores de frutas como ameixas, mirtilos, uvas, kiwi, assim como de olerícolas dos Estados Unidos.

Fonte: El Pais, Espanha. http://bit.ly/1g5Xn9B

Veja fotos tomadas na feira orgânica de Santa Monica, Califórnia:

Share your thoughts