Caravana Orgânica treina produtores orgânicos

Minas Gerais e mais onze estados brasileiros estão preparando os produtores de orgânicos para que o setor tenha condições de atender as exigências de um público com hábitos de consumo diferenciado no período da Copa de 2014. A expectativa é de que haja um aumento da demanda por esses produtos durante o evento esportivo, que vai trazer pessoas de todas as partes do mundo, inclusive, de países onde o consumo de orgânicos já está consolidado.

Em Minas, existem aproximadamente 12 mil propriedades que se dedicam à atividade, mas apenas 641 possuem algum tipo de certificação. Segundo a assessora técnica da Superintendência de Segurança Alimentar e Apoio à Agricultura Familiar da Secretaria de Agricultura, Thyara Rocha Ribeiro, a Copa é uma oportunidade não só para a divulgação do setor, como também para melhorar o nível de informação e o uso de tecnologias junto aos produtores. “Para se obter o selo de certificação, o produtor precisa seguir exigências tecnológicas e socioambientais, mas esse é o único caminho para se agregar valor à produção e conquistar credibilidade entre os consumidores”, afirma.

Palestras itinerantes

Palestras e cursos vêm sendo realizados nas cidades-sede e regiões metropolitanas dos estados que receberão os jogos da Copa do Mundo. A Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), Emater-MG e IMA estão mobilizando os produtores para a “Caravana Copa Orgânica”, um ciclo itinerante de cursos e palestras. Em Minas, as aulas serão realizadas no período de 4 a 6 de abril, com treinamentos programados nos municípios de Belo Horizonte, Jaboticatubas, Brumadinho e Betim. As palestras e temas estão divididos de acordo com o público-alvo (empresários, consumidores e produtores). O evento é uma realização do Instituto BioSistêmico, uma instituição do terceiro setor que promove o desenvolvimento sustentável. Mais informações sobre os locais e a programação podem ser obtidas pelo site:

www.caravanacopaorganica.com.br

As informações são da assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais.

fonte: Agrolink

Share your thoughts