Cariacica, ES: maior área de banana orgânica da América Latina

Os cultivos são todos irrigados, o que imprime diferença na qualidade e na quantidade da banana, garante Rafael. A produção varia de 300 a 400 caixas de 15 kg por semana, dependendo do mês. Juntos, os dois bananais produzem 285 toneladas de banana prata orgânica por ano, que saem com a marca “Bananas Ribeiro” para o Rio de Janeiro. Foto Leandro Fidelis, Safras ES

E é a fruta tropical que coloca Cariacica em destaque no agronegócio continental. Com 56% do território na zona rural, o município conta com a maior área de produção de banana orgânica da América Latina. São cerca de 80 hectares, sendo 50 ha somente de uma única propriedade, o Sítio Liberdade, conforme reconhecimento do Ministério da Agricultura (Mapa).

A zona com os maiores produtores se concentra ao longo da Estrada do Azeredo, próximo ao majestoso Monte Moxuara. O Sítio Liberdade fica localizado a 6 km da sede, e produz 100 toneladas de banana prata orgânica por mês. Toda semana saem dois caminhões lotados, tendo como destinos supermercados da Grande Vitória e do Rio de Janeiro.

Além do sítio, o proprietário Cimar Antônio da Silva colhe em outras quatro propriedades o ano todo. As bananas produzidas à base de esterco de galinha recebem código de rastreabilidade e, após embaladas e 24 horas na câmara fria, seguem viagem para 32 unidades de uma rede de supermercados do Rio.

Mais adiante, na localidade de Duas Bocas, encontramos outro produtor de banana prata orgânica, Rafael Ribeiro. Ele é da terceira geração de bananicultores da família. “Meu avô já produzia banana orgânica, sempre tratada na base da enxada”, diz. Em duas propriedades, Rafael produz a fruta em 18 hectares e, desde 2013, conta com a certificação para orgânico.

O sítio com a maior área (10 ha) faz divisa com a Reserva Biológica Duas Bocas e fica distante 8km de Cariacica Sede e 15 km de Campo Grande, conhecida como “Centro Comercial” do município.

Os cultivos são todos irrigados, o que imprime diferença na qualidade e na quantidade da banana, garante Rafael. A produção varia de 300 a 400 caixas de 15 kg por semana, dependendo do mês. Juntos, os dois bananais produzem 285 toneladas de banana prata orgânica por ano, que saem com a marca “Bananas Ribeiro” para o Rio de Janeiro.

Fundada há apenas dois anos e meio, a Cooperativa da Agricultura Familiar de Cariacica (Cafc-ES) ampliou o mercado dos produtos agrícolas do município. Ligada ao Sistema OCB/Sescoop-ES, reúne 97 associados, entre pequenos produtores de banana, abóbora, aipim e ovo caipira.

Segundo o presidente, Davi de Barcelos, o carro-chefe da Cafc-ES é a banana, motivo pelo qual a cooperativa foi criada. Como forma de agregar ao capital dos cooperados, a cooperativa passou a processar, em parceria com uma agroindústria, doce de banana orgânica, a popular mariola, vendido em volume expressivo para São Paulo.

Leia a noticia completa, fonte: Safras ES