Categoria de lácteos do setor estagnou

Mercado de orgânicos mundial brilha, mas a categoria de lácteos do setor estagnou

O mercado global de bebidas e alimentos orgânicos está em boa forma de maneira geral, mas as vendas de lácteos do setor caiu durante a recessão, devido aos altos preços do leite em 2008, de acordo com a companhia Euromonitor International.

A analista de pesquisas de “saúde e bem estar” Diana Cowland afirma que o setor de orgânicos “resiste a recessão global”. Em termos mundiais, o mercado de orgânicos cresceu para o valor de US$27 bi em 2010 contra US$20 bi em 2006, mas ainda compreende em apenas 5% do mercado total de “sáude e bem estar”.

O setor mostrou crescimento em vendas de dois dígitos de 2006 a 2008, mas a recessão mundial e o custo relativo dos orgânicos levou a uma queda do crescimento (embora tenha se mantido positivo de 2006 a 2010). A analista acredita que esta queda se deve ao efeito particular da recessão dos principais mercados de orgânicos que representam 90% das vendas globais: Estados Unidos e Europa Ocidental.

Segundo a analista, o mercado de orgânicos em geral se recupera e ainda cresce durante a recessão, porém o setor lácteo enfrenta mais dificuldades e cai. Além da alta do preço do leite em 2008 a reposição da marca de leite de soja orgânico Silk como produto não orgânico pela Dean Foods, causou a queda de 18% nas vendas de lácteos orgânicos em 2009.

Grande crescimento do café

No setor de bebidas orgânicas, o desempenho tem sido positivo, com forte crescimento principalmente devido a um grande aumento de vendas de café orgânico no Canadá, Estados Unidos, Alemanha e França (que juntos compreendem dois terços das vendas do setor).

Segundo Cowland a razão para isso é o grande aumento de consumo de café e, ao mesmo tempo, a crescente preocupação do consumidor com os métodos produtivos e o meio ambiente. Além disso, há um grande aumento nos mercados emergentes como a Ásia Pacífica e particularmente a América Latina.

Fonte:. MilkNet

Share your thoughts