Chineses preocupados com a segurança alimentar

Se bem o governo chinês promete penas mais duras, melhor supervisão e maior transparência, o público ainda vai demorarem em acreditar. Quase 70% dos consumidores da China se sentem inseguros sobre os alimentos que consomem, conforme uma pesquisa divulgada recentemente pela revista Insight China e a Universidade de Tsinghua Media Lab Survey.

Se bem o governo chinês promete penas mais duras, melhor supervisão e maior transparência, o público ainda vai demorarem em acreditar. Quase 70% dos consumidores da China se sentem inseguros sobre os alimentos que consomem, conforme uma pesquisa divulgada recentemente pela revista Insight China e a Universidade de Tsinghua Media Lab Survey.

O interesse em alimentos mais seguros na China vem crescendo desde que, em 2008, o leite em pó adulterado com o produto químico melamina matou seis bebês e deixou doentes outros 300 mil. Em novembro, passado a melamina foi achada, na província de Hunan, em bebidas lácteas contaminadas apesar das fiscalizações do governo desde o escândalo do leite em pó em 2008.

Em 2007 os chineses exportaram ingredientes alimentares para ração de animais contendo melamina – um produto químico orgânico amplamente utilizado em plásticos, adesivos e bancadas – causando a morte e lesando de centenas de animais de estimação dos EUA. As empresas chinesas têm utilizado a melamina para fabrica alimentos com alto teor de proteína.

fonte:USA Today

Share your thoughts