Consumo de alimentos orgânicos segue em alta

pao-acucar-supermercado-sao-paulo-20090219-size-598

BRASIL – Em alta, alimentos orgânicos devem fechar o ano com faturamento de dois bilhões e meio de reais. Busca por produtos saudáveis e livres de agrotóxicos explicam o avanço. No ano passado, o setor registrou 2 bilhões de reais em volume de negócios. Alta de 30% no comparativo com o ano anterior. Já em 2015, de acordo com a Associação Paulista de Supermercados, a comercialização de orgânicos cresceu 13%. Bem diferente da estabilidade registrada na venda de produtos tradicionais.

Segundo a entidade, o resultado pode ser explicado pelo perfil do consumidor de orgânicos, que compra pela qualidade do produto. Já a troca de marcas, comum em tempos de crise, é feita em outros itens, como limpeza e higiene pessoal. Outro fator que contribuiu foi a regulamentação desse tipo de alimento, que ocorreu no País em 2011.

LEIA MAIS

Produzidos sem agrotóxicos, alimentos orgânicos buscam mais espaço na mesa do consumidor

Dilema dos alimentos orgânicos

Orgânicos com garantia ao consumidor