‘CRA verde’ financiará Fazenda da Toca.

Foto: Reprodução/Instagram Fazenda da Toca (@tocaorganicos)

Com uma emissão de R$ 25 milhões em Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) com selo verde, a Fazenda da Toca do empresario Pedro Paulo Diniz, produtora de ovos orgânicos projeta, até 2024, ampliar o volume de produção em 133%.

Os recursos serão  investidos  na expansão do plantel de galinhas, criadas baixo todas as normas da agricultura orgânica, com apelo aos cuidados da certificação de bem-estar animal Certified Humane Brasil e na ampliação da produção de embalagens, 100% recicláveis e biodegradáveis. A Toca e a primeira empresa do segmento avícola a obter o Green Bond (selo verde) para emissão dos CRA, que chancela o modelo de negócios da empresa, um selo altamente exigente nos quesitos de sustentabilidade, como explica o CEO, Fernando Bicaletto.

A Fazenda da Toca fica em Itirapina (SP), a 200 km da capital e comercializa seus produtos nos principais supermercados das regiões Sul e Sudeste e no Distrito Federal.

Uma parte dos recursos será destinada a reflorestar 23 hectares na propriedade com 37 mil mudas de plantas nativas da Mata Atlântica e neutralizar 100% das emissões de gases do efeito estufa geradas pelo sistema produtivo até 2023, outro feito inédito no setor avícola. A Toca monitora sua pegada de carbono  e criou um indicador de emissão de cada ovo para calcular a necessidade de recomposição vegetal.

Essa é uma demonstração evidente de que os investimentos estão cada vez mais orientados para projetos regenerativos e sustentáveis, o que abre um vasto horizonte de crescimento para o nosso setor. Esse tipo de captação é o encontro perfeito entre retorno financeiro e viabilidade econômica com impacto ambiental e social positivo”, afirma Pedro Paulo Diniz, sócio-fundador da Fazenda da Toca e da Rizoma Agro.

Leia mais sobre esse assunto em https://www.aviculturaindustrial.com.br/imprensa/fazenda-da-toca-sera-financiada-por-cra-verde/20210510-082217-N610

Revista Fazenda da Toca: