Cresce mercado global de orgânicos

 Expande-se o mercado global de alimentos orgânicos

Quem diria o mercado surgido como alternativo ganhou robustez e virou o “golden boy” do momento do global market: estamos falando dos orgânicos, uma fatia expressiva do setor de alimentos que não pára de crescer e ganhar espaço.

No ano de 2010 as vendas internacionais dos produtos classificados e certificados como orgânicos cresceram 9,2% e os números de 2011 devem ser fechados um pouco acima, quem sabe atingindo dois dígitos de elevação. Segundo especialistas, a razão principal foi o aumento da demanda de países de forte indução como Estados Unidos, França e Alemanha. Os chamados líderes da sociedade ocidental e do mundo desenvolvido caminham a passos francos para preceitos inicialmente de segurança alimentar e quem sabe para a direção da alimentação saudável.

Foram comercializados U$ 60 bilhões em produtos orgânicos no ano de 2010, conforme informações da Federação Internacional da Agricultura Orgânica. O aumento de produção revela também uma melhora no desempenho das fazendas produtoras, conseguindo melhores colheitas, apesar do não uso de pesticidas sintéticos e fertilizantes.

É bem possível considerar em breve ainda um avanço maior nos números de produção e colheita. Com a expansão do mercado surgirão recursos mais facilmente disponíveis para investimentos em aperfeiçoamento dos processos e aquisição de novos campos para plantio.

Aparentemente trata-se de uma tendência irreversível para as próximas décadas. Grandes redes de super e hipermercados procuram adaptação abrindo espaços mais generosos nas gôndolas para os lançamentos de produtos orgânicos. Percebem boa vontade do consumidor de pagar algo a mais por um produto com esta procedência e vêem isso com bons olhos, pois trata-se de venda onde a concorrência de preços baixos deixa de ser o fator de decisão principal do cliente.

Fonte:. Gastronomia Sustentável

Share your thoughts