CSA fortalece os laços entre agricultores e consumidores

15061_177916752389113_1813758971_n

imagem: CSA

Iniciativas Brasil a dentro estão criando um novo modo de produção e relação entre consumidores e agricultores. A chamada CSA (Comunidade que sustenta a agricultura) funciona levando para moradores alimentos orgânicos produzidos por produtores locais.

Participar da comunidade trás benefícios a todos os envolvidos. O agricultor pode escoar sua produção de maneira direta para o consumidor, sem precisar contar com atravessadores. O consumidor, além de pagar um valor mais baixo e ter a garantia de que os alimentos consumidos são livres de agrotóxicos, ainda amplia o seu cardápio. A rotatividade dos produtos oferecidos leva a mesa das famílias que participam da comunidade uma variedade ímpar, difícil de encontrar em qualquer mercado.

No interior de São Paulo a CSA funciona assim: Os alimentos colhidos frescos em Botucatu seguem de caminhão para os pontos de entrega em Bauru. A caixas são organizadas e os moradores da região vão até o local para escolher quais ingredientes levarão para suas casas. A compra é baseada em cotas fixas. A primeira dá direito a 7 produtos diferentes toda semana e custa R$107,00 ao mês; Na segunda é possível aumentar a variedade ou dobrar a quantidade de alimentos da primeira cota por R$187,00.

A relação entre o consumidor e o agricultor faz com que mais vantagens sejam visíveis para os ambos os lados. É Wagner Santos, administrador da CSA Bauru, quem diz que a vantagem de comprar desse jeito se desloca do preço para o apreço.

“A gente passa a ter apreço
por essa pessoa maravilhosa
que é o agricultor”.
(Wagner Santos)

Além das verduras e legumes também é possível adquirir ovos, leite e frango. Todos produzidos de forma orgânica. “A gente prefere dar esse tipo de alimentos para nossos filhos e netos”, contou Dona Marta.

Fonte: Agrosoft

Para saber mais:

Produtores orgânicos criam associação no Sertão de PE – OrganicsNet

Associação de Produtores Orgânicos moderniza sistema de certificação – OrganicsNet

Orgânicos se expandem no mercado da Colômbia – OrganicsNet