Dinamarca: consumidores exigem produtos orgânicos de higiene pessoal

Enquanto no Brasil as indústrias de cosméticos orgânicos encontram-se num limbo legal, devido ao impasse criado pela Anvisa que não reconhece esse tipo de produto, um estudo novo mostra que os consumidores dinamarqueses gostariam de comprar mais produtos de higiene pessoal orgânicos, se pudessem encontrá-los nas lojas de varejo.

Noticia publicada no Organic Monitor mostrou que 30,7% dos entrevistados não conheciam da existência desse tipo de produtos e 27% dos entrevistados disseram que uma razão para não comprar é que eles são considerados muito caros.

Dos entrevistados um 25,2% disseram que compram seus produtos em farmácias, 24,3% em lojas de produtos naturais e orgânicos, 23,4% no varejo e de 15,8% pela Internet.

O recente estudo concluiu que os produtos naturais e orgânicos representa aproximadamente 2% do total das vendas de produtos de cuidados pessoais. O relatório constata que a distribuição limitada, foi um dos principais fatores por trás das baixas taxas de adoção.

O mercado de alimentos orgânicos representa na Dinamarca um 7%, com muitos produtos orgânicos, como leite e ovos mantendo uma quota de mercado de 20% .

fonte: Organic Monitor

Share your thoughts