Ecobras dá mais um passo em direção à sustentabilidade

Ecobras pracas solares
Painéis fotovoltaicos na fábrica da Ecobras, em Guaratiba (RJ): energia limpa e sustentável

A Ecobras, reconhecida pela produção e distribuição de produtos orgânicos à base de soja de alta qualidade, com uso de ingredientes orgânicos, naturais e de origem controlada, firma parceria com a hum Energia para geração e fornecimento de energia fotovoltaica ao seu parque fabril, e dá mais um passo para reforçar seus princípios de preservação ambiental e de sustentabilidade.

A geração de energia solar complementa as diversas iniciativas da Ecobras relacionadas a um melhor uso dos recursos naturais. A fábrica conta com sistemas de captação e conservação de água e de geração de energia a partir de uma caldeira de vapor movida a gás que, graças ao seu oxicatalizador, converte os gases poluentes em substâncias inofensivas ao meio ambiente.

“O consumidor, cada vez mais consciente, exige produtos mais sustentáveis e a hum mostrou-se a parceira ideal neste momento da nossa empresa, por sua experiência, equipe técnica muito capacitada e flexibilidade para construir conosco a melhor solução”, relata Paulo Savino, sócio-diretor da Ecobras. Na mesma direção, Hildo Henz, CEO da hum, conta que a empresa nasceu para fazer projetos como esse, que ele qualifica como virtuoso. “Um negócio é virtuoso quando melhora a vida das pessoas, promove desenvolvimento econômico, respeita o ambiente, é ético em essência e excelente no que faz”, declara Henz.

A hum desenvolve, investe, materializa e opera empreendimentos para geração de energia solar.Oferece um modelo de negócio flexível, de acordo com a necessidade de cada cliente. No caso da Ecobras, o projeto foi desenhado para ter uma parte da energia gerada na sede da empresa, em Guaratiba (RJ), e outra parte na Usina Solar da hum, em Mendes (RJ), com um total de 137 kWp de energia.

O sistema fotovoltaico instalado na Ecobras foi adquirido pela empresa junto à hum, que opera e realiza a manutenção dos equipamentos. Para a energia gerada na Usina de Mendes, foi realizado um contrato de locação com créditos convertidos em kWh na fatura de energia da distribuidora local, com economia imediata e sem a necessidade de investimento de capital.

Segundo Hildo, a locação de usinas solares é a solução ideal para aquelas empresas que desejam usar uma energia sustentável, usufruir de redução em sua conta de energia mas que não possuem telhado para instalação de placas solares. “A locação de plantas solares é uma modalidade de geração de energia pouco divulgada no Rio de Janeiro mas que deve ganhar impulso”.

De acordo com a ANEEL,  a energia fotovoltaica responde por apenas 1,7% do total da matriz energética brasileira. Logo, possui um amplo espaço para crescimento em um país de dimensões continentais, com condições climáticas muito favoráveis. Ao investir em energia solar, a Ecobras prepara-se também para o futuro.

fonte: Ecobras, Divulgação

Veja o vídeo da visita realizada à Ecobras: