Empresária fatura milhões com papinhas orgânicas para bebês

Maria Fernanda e a linha de papinhas orgânicas criada por ela. Foto: Edu Cesar
Maria Fernanda e a linha de papinhas orgânicas criada por ela. Foto: Edu Cesar

No de 2007, a então professora de educação física Maria Fernanda Rizzo preparava papinhas orgânicas exclusivamente para sua filha Gabriela. Naquela época, esse tipo de alimentação saudável ainda era pouco difundido no Brasil, situação inversa a que temos hoje – de acordo com o Instituto de Promoção do Desenvolvimento (IPD), o setor cresce de 30 a 40% ao ano desde 2012.

Ao analisar essa realidade, Rizzo pesquisou produtores deste tipo de alimento e notou que as opções no Brasil eram nulas. Depois de muito planejamento inaugurou, em 2009, a primeira marca de alimentos orgânicos brasileira destinada ao público infantil: o Empório da Papinha.

Hoje transformado em franquia, o negócio conta com 45 pontos de venda e mais de 20 lojas exclusivas espalhadas por 12 estados. O menu é preparado com alimentos livres de pesticidas e manipulações genéticas, além de carnes sem hormônios. Em 2014, o faturamento das vendas chegou a R$ 2 milhões. Estima-se que este ano esse valor dobre.

Atualmente pode-se comprar refeições para toda a família, como sopas e cremes, disponíveis também em versões vegetarianas. No site oficial é possível encontrar os produtos disponíveis, localização das lojas e até serviço delivery.

LEIA MAIS

Papinha da filha virou negócio de R$ 2 milhões

Mãe resolve vender papinhas orgânicas e fatura milhões