Equipe Google usa tecnologia de ponta para cultivar suas refeições

Famoso por alimentar seus cerca de 20.000 funcionários de graça. É uma grande empresa alimentando uma pequena cidade de empregados. A estratégia adotada pela equipe Google vai para além de comida gratuita. A ideia é nutrir os funcionários de forma orgânica. Energizar e motivá-los no lugar de oferecer carboidratos e pouco nutritivos que se transformam em uma letargia de fim de tarde.

Existe todo um time Google alimentos que abastece mais de 185 cafés ao redor do mundo, serve mais de 108.000 refeições por dia e tem cerca de 30 cafeterias na sede da Mountain View Googleplex. No estilo do Google não caberia o time dos alimentos  só comprar e cozinhar. Eles também fazem parte de programas de cultivo sustentável com alta tecnologia. Isso significa que o Google tem na sua folha de pagamento todo tipo de pessoas envolvidas com jardinagem e comida orgânica com alto grau de refinamento técnico.

O treinamento alimentar sugerido pelo Chefe Executivo do Google, Scott Giambastiani, e pelo Chefe Executivo e Gerente de Operações do programa, Quentin Topping. Trata-se de um artifício para aprendizado integrado e aumento da produtividade.

Um dos programas se chama “Da fazenda para a mesa”. O Google tem muitos jardins, mas esse especificamente visa encontrar formas para educar as pessoas sobre a industria de alimentos. Um dos pontos altos é o container Leafy Green Machine, da imagem que ilustra essa notícia, na Googleplex. A Green Machine usa um contêiner refrigerado remodelado e luzes de LED cor de rosa para cultivar alimentos. Há muitas hortas orgânicas no Googleplex, mas essa apresenta a possibilidade de horta que pode ser colocada em uma cidade, em climas frios e até mesmo em lugares onde o solo foi contaminado, diz Ben Kutchur, especialista em horticultura sustentável no Google e jardineiro orgânico.

É um grande trabalho. “O programa “Da fazenda para a mesa” para o Google trata-se de um método para conscientizar os Glooglers e seus parceiros sobre da onde a comida vem, como ela cresce e por que isso é importante“, diz Christa Essig, gerente de programa global da Fazenda de Google.

Os funcionários também podem ter aulas de culinária gratuitas. “As aulas de culinária são uma das vantagens mais populares entre os funcionários”, o Google diz-nos. No dia em que a reportagem fonte dessa notícia foi feita a classe estava cheia. Se você não quiser cozinhar o seu próprio almoço em uma turma, o menu também é muito atraente. Há sempre frango, peixe, carne e opções vegetarianas. Há quase sempre algumas entradas e saladas de inspiração asiática.

Fonte: Business Insider

Para saber mais:

Compra e venda de orgânicos a alguns cliques – OrganicsNet

Campanha Brasil Saudável e Sustentável oferece oficina culinária e estimula alimentação saudável – OrganicsNet

Campanha promove alimentação saudável e combate à obesidade – OrganicsNet