França e Suíça: robustos mercados de alimentos orgânicos

foto: OrganicsNet
foto: OrganicsNet

No ano de  2015 o cultivo de orgânicos, na França, cresceu 23% mais do que inicialmente esperado,  conforme indica a Agencia Bio, Montreuil. As 1,4 milhões de hectares, representam um 5,1% do total de terras agrícolas cultivadas. Em 2016, espera-se um taxa de crescimento anual de 8%  e para 2017 um 20%.

O mercado orgânico francês mostrou, por muitos anos, um crescimento bastante estável, o comercio total de indústria de alimentos orgânicos, cresceu 10% em 2015, alcançando 5,5 bilhões de euros. O número de pessoas involucradas nesse setor como agricultores, processadoras, varejistas é de 42.216, uma taxa de crescimento de 7,2%.

Apesar de um ambiente difícil cresce a produção orgânica suíça

Durante muito tempo, a Suíça e a Dinamarca têm sido os principais consumidores de alimentos orgânicos. Em 2015, com uma área de cultivos orgânicos de 137.000 hectares o número de agricultores orgânicos suíços chegou a 6.000. Com vendas de 2,1 bilhões de euros, o volume de mercado de orgânicos também cresceu 5% em relação ao ano anterior. Hoje, 12,8% das terras agrícolas da Confederação Suíça são cultivadas organicamente. Com um gasto per capita de 259 euros, a Suíça é líder mundial no consumo deste tipo de alimentos.

Continua a tendência de conversão das terras, como indica o diretor de marketing da federação de agricultores orgânicos suíça, Bio Suisse. Os produtos frescos continuam a ser o segmento mais significativo, alcançando 1 bilhão de euros em vendas. Ainda assim, os ovos e o pão continuam a ser produtos favoritos, com quotas de mercado de 24% e 20% do consumo total.

fonte e noticia completa: Biofach release