Native é a primeira empresa de alimentos do mundo a ganhar selo de comércio ético

A Native, marca de produtos orgânicos do Grupo Econômico Balbo, acaba de se tornar a primeira empresa de alimentos no mundo a receber a certificação de sistema de fornecimento ético concedida pela  UEBT (União para o BioComércio Ético) – associação internacional sem fins lucrativos que estabeleceu um padrão global para a utilização sustentável da biodiversidade na cadeia produtiva.

O selo “Fornecendo com Respeito”, como é chamado, reconhece os princípios que norteiam o abastecimento ético: conservação e uso sustentável da biodiversidade, respeito pelos direitos dos trabalhadores, sistemas para fornecimento ético, entre outros. Isso significa que todas as ações da empresa relativas ao fornecimento de açúcar e álcool orgânicos foram avaliadas e estão de acordo com os princípios de biocomércio ético da UEBT.

Ações da empresa relativas ao fornecimento de açúcar e álcool orgânicos garantiram o selo. Foto: Native

Segundo a empresa, “trabalhar com a UEBT significa encontrar um interlocutor com as credenciais necessárias para reconhecer, verificar, certificar e comunicar ao mercado e ao público em geral os diferenciais oferecidos pelos produtores que investem para gerar externalidades positivas para a sociedade. Para a empresa, a certificação UEBT é um marco a partir do qual nossos clientes e consumidores terão a garantia de validação técnica de que altos atributos de sustentabilidade foram incorporados na cadeia de produção e nos produtos que compram”.

Durante o processo de certificação a Native passou por uma auditoria na qual foi verificado – em diversas áreas da empresa como RH, jurídico, produção, campo, fornecedores – se estão sendo cumpridos os mais de 100 requisitos e procedimentos internos que fazem parte da norma que orienta a concessão do selo. A cada ano uma nova verificação é realizada para a revalidação da chancela.

Fonte: Native