Novo conceito de varejo de orgânicos na China

                                                 

 Em Shanghai, na China um  novo sistema implementado pelo varejista, Zhang, o ajuda a poupar energia através do monitoramento da temperatura de refrigeração de cada unidade de armazenamento e na elaboração de rotas eficientes para cada entrega. Além disso, os clientes podem usar seus smartphones para escanear os rótulos dos alimentos orgânicos que desejam comprar, obtendo informações de como foram produzidos.  No telefone podem acompanhar os vídeos que demonstram o crescimento das frutas e legumes, além de obter dados sobre o solo e a qualidade da água de onde veio o produto.

Os alimentos comercializados pelo varejista são produzidos em áreas urbanas que ficam perto de Shanghai ou Beijing, já que o custo do transporte desde o interior do pais é muito elevado. Seus investidores o incentivaram a começar a vender, alem dos hortigranjeiros, carnes orgânicas, ovos, óleos e outros produtos. Apesar de ter resistido à ideia à primeira vista, hoje aumentou sua produção, trabalhando diretamente com os produtores.

Todo o investimento em tecnologia que fora realizado ainda deve dar resultados, mas  Zhang afirma que é melhor para a classe média chinesa investir em alimentos seguros que custam um pouco mais, do que comprar alimentos baratos que os torna doentes.

Fonte: Business Week

Share your thoughts