Loading posts...
  • Defensivos Naturais: Manejo alternativo para “pragas”e doenças

    Esta cartilha é o resultado de um projeto de extensão do INPA junto aos produtores familiares do Estado do Amazonas. Defensivos Naturais Os defensivos naturais, também chamados de “alternativos”, são produtos preparados…

  • Rizoma e grupo Ecoagro realizam primeira emissão certificada de título verde do mundo

    A organização não-governamental (ONG) britânica Climate Bond Iniciativa (CBI) anunciou a primeira emissão certificada de título verde (green bond) do mundo. A operação foi realizada pela Rizoma Agro e pelo grupo Ecoagro,…

  • Investimentos de impacto e sociobiodiversidade beneficiam a Amazônia sustentável

    Os investimentos de impacto na Amazônia, que garantem um resultado social ou ambiental positivo com retorno financeiro, o capital filantrópico e a valorização da sociobiodiversidade (relação entre bens e serviços gerados a partir de recursos naturais) poderão abrir caminho para o desenvolvimento sustentável da região. O assunto foi um dos destaques do webinar “Cadeias sustentáveis focadas na biodiversidade e no extrativismo”, organizado pela Sociedade Nacional de Agricultura (SNA) em parceria com a Beraca, empresa fornecedora de insumos naturais para o setor de cosméticos e que atua na região amazônica.

  • Videoconferência da SNA e do CI Orgânicos debate produção de leite orgânico

    Aspectos relacionados à produção de leite orgânico serão debatidos no próximo dia 3 de setembro, às 20h, durante webinar organizado pela Sociedade Nacional de Agricultura (SNA) em parceria com a Associação Brasileira…

  • Fundetec, Tecpar e Biolabore: contrato para certificar produtores orgânicos

    A busca por uma vida mais saudável vem crescendo a cada dia e junto com ela, os produtos orgânicos ganham destaque. Diante do aumento na procura desses alimentos, a Fundetec (Fundação para…

  • O que a forte recepção do IPO da Vital Farms significa para a indústria orgânica?

    Oferta pública inicial da Vital Farms, demonstra grande apetite do mercado financeiro por alimentos orgânicos e cultivados de forma responsável. Ao final do primeiro dia de negociação, as ações fecharam com um ganho de 60%, com a empresa valendo US$ 1,38 bilhão. Quando se compara esse valor de mercado com o lucro da empresa em 2019, percebe-se que a empresa está negociando a 431 vezes o lucro líquido obtido no ano passado.

  • A nova certificação orgânica ajudará os compradores a escolher produtos sustentáveis

    Há uma nova certificação no mundo agrícola. Chamado de padrão Regenerative Organic Certified (ROC), ele usa a certificação orgânica do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos como base e, em seguida, adiciona outros critérios para saúde e bem-estar do solo, dos animais e do trabalhador. Isso o torna “o mais alto padrão de agricultura orgânica do mundo”. Ele será usado para alimentos, fibras e produtos de higiene pessoal.

  • Bioinsumos são aliados da produtividade em culturas orgânicas

    Para ele, os bioinsumos facilitam a produção de orgânicos e proporcionam alimentos mais saudáveis para a sociedade. Ele destaca que os bioinsumos feitos na Fazenda são resultado de metodologias já consagradas. “Hoje, a maioria…

  • Webinar debate cadeias sustentáveis com foco na biodiversidade e no extrativismo

    Logística, certificação, comércio justo e mercados verdes são alguns dos temas em destaque no webinar “Cadeias Sustentáveis focadas na biodiversidade e no extrativismo”. Organizado pela Sociedade Nacional de Agricultura (SNA), o evento…

  • Adubação Verde: do conceito à prática

    A “adubação verde” consiste no cultivo de espécies vegetais capazes de melhorar as condições físicas, químicas, biológicas e a capacidade produtiva dos solos. Essa melhoria do solo é conseguida através da utilização de material orgânico não decomposto de plantas cultivadas (restos de galhos, folhas e outros), através do corte das plantas, deixando-as sobre o terreno como cobertura morta ou através de sua incorporação ao solo. Pode ser utilizada como parte de um sistema de rotação de culturas ou em consórcio com espécies econômicas, em pequena escala ou larga escala.