Preço alto ainda limita consumo de orgânicos

pao de açucar

A diferença de preço entre produtos orgânicos e convencionais pode superar 270%. É o caso do filé de peito de frango. O convencional é vendido, em média, por R$ 12,90, enquanto o orgânico custa R$ 47,80, de acordo com pesquisa realizada pelo diretor comercial da Korin, Edson Shiguemoto.

“O preço é um limitador [para consumo em massa], mas isso ocorre por falta de escala na produção. Com mais vendas, vamos conseguir reduzir os valores cobrados”, afirma.

Fernando Henrique de Cerello Costa, comprador comercial do Pão de Açúcar, também reconhece que o preço ainda é mais alto, mas ele ressalta que essa diferença está diminuindo.

“Quando as vendas da categoria crescem, dando escala ao mercado, o preço cai. O que vemos é que a cesta orgânica do dia a dia, como açúcar e café, já não tem uma diferença tão grande”, afirma.

INOVAÇÃO

Com o objetivo de criar, há pouco mais de um mês, um projeto de economia solidária, um grupo de amigos criou a Fundação Chão. Sem fins lucrativos e com o intuito de contribuir com pequenos produtores, a entidade vende produtos orgânicos a preço de custo. “Houve uma demanda muito superior ao que esperávamos para esse primeiro momento”, diz Fábio Mendes, associado administrador do instituto.

O sucesso foi tão grande que a entidade mal consegue atender à demanda. O local recebe cerca de 1.000 clientes por dia. A busca pelos produtos se justifica. Um quilo de batata orgânica, por exemplo, é vendido por R$ 6; o da laranja por R$ 2; e um pé de alface por R$ 1,30 -no varejo tradicional, a alface orgânica chega a custar o triplo.

Fonte: Folha de São Paulo