Preserva Mundi é destaque no jornal britânico The Guardian

“Como trabalhar de forma sustentável na Amazônia“. Com este título, a matéria, que faz parte de uma série de reportagens sobre negócios na Amazônia, demonstra como empresas sociais na região, que trabalham com a agricultura, podem executar operações de comércio justo, sustentável e orgânico.  E dá algumas dicas,  destacando produtores que tem tido sucesso, como a Fazenda Preserva Mundi, parceira da rede OrganicsNet.  Confira:

Foto: Itsuo Inouye/AP

1. Ponte entre oferta e demanda

100% Amazonia tem encontrado uma maneira de trabalhar de forma sustentável com os agricultores de comércio justo da Amazônia. Eles recolhem os produtos dos agricultores individuais, os congelam e enviam para fabricantes de todo o mundo que querem grandes quantidades de produtos derivados do comércio justo. Recentemente, forneceram ingredientes para uma cervejaria do Reino Unido.

Fernanda Stefani diz: “Somos um provedor de soluções . Se você quiser usar qualquer coisa, desde que de forma sustentável e comércio justo, você vai ficar feliz em nos contactar.”

2. Adaptar tecnologia existente

O que você ganha se você cruzar tecnologia espacial da NASA de armazenamento de alimentos com o açaí? A Bio EcoBrazil tem a resposta. Eles estão enviando, açaí orgânico e biodinâmico liofilizado em pó para os consumidores preocupados com a saúde em todo o mundo, e eles estão vendo o mercado crescer.

Leonilda Fagundes, diretora-executiva da Bio EcoBrazil, afirma “O mercado consumidor internacional entende o comércio orgânico e justo, e estão dispostos a pagar mais por isso. Quando começamos com a liofilização do açaí, não podíamos fazer com que eles tivessem aceso. Agora, nós podemos. “

3. Ser multiuso

A Preserva Mundi, fazenda que produz produtos naturais e orgânicos, cresce não apenas para o mercado de saúde-consciente, mas também para o mercado agrícola. Preserva Mundi tem duas especialidades: nim e noni. Noni é um superalimento cultivado organicamente. O Neem tem um vasto repertório de usos.

A Diretora Romina Lindemann diz: ” O acréscimo de neem na ração do gado bovino melhora a digestão e impede a reprodução de insetos-praga no esterco. Nos legumes, o neen ajuda as raízes crescerem mais fortes e mais resistentes, tendo um efeito real para a redução de inseticidas químicos … É incrível trabalhar com neem. Você pode ter o melhor leite, melhores vegetais, e eliminar os insetos com um produto natural “.

Fonte: The Guardian

leia mais

Produtos à base de Neem

Preserva Mundi lança novo website

Green Rio reúne debates e produtos orgânicos

CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK TWITTER

Share your thoughts