Projeto Organics Brasil anuncia balanço de negócios em 2011

O Projeto Organics Brasil Organics Brasil, que reúne 74 empresas exportadoras de produtos e serviços do segmento orgânico, fecha o ano de 2011 com US$ 87 milhões em negócios realizados ou fomentados em feiras internacionais e missões comerciais.

Em 2011, o Projeto Organics Brasil participou de sete feiras internacionais e de importantes eventos segmentados dos setores de cosméticos, alimentos, têxteis e diversidade sócio-econômica no Brasil e no exterior.

Ming Liu, coordenado executivo do Organics Brasil, analisa: “O mercado interno esteve fortalecido, com câmbio favorável para investimentos, ampliação e campanha de conscientização do consumidor brasileiro, que começou a incluir produtos orgânicos no seu dia a dia. No mercado externo, os negócios se mantiveram aquecidos, especialmente nas duas principais feiras do setor – Biofach Europa (Nuremberg) e Biofach América (Baltimore) – que atendem os dois maiores mercados mundiais. Os novos negócios continuam sendo fechados, com a demanda em alta, as empresas e seus clientes reforçaram os relacionamentos e renovaram contratos. Há muita cautela nos investimentos, mas não registramos retração”.

Além de manter a estratégia de ampliar negócios nos principais países consumidores de orgânicos brasileiros (Estados Unidos, Alemanha, Reino Unido, França, Japão, Espanha e Itália), o Organics Brasil reforçou a imagem institucional para novos mercados, como Coréia do Sul e Austrália.

Para 2012, a estratégia é montar ações de apresentação dos produtos de seus associados para distribuidores e empresas do Canadá, Argentina, Portugal, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, Austrália, Nova Zelândia, Coreia do Sul, Emirados Árabes, África do Sul e Árabia Saudita.

Em 2012, o Projeto Organics Brasil prepara renovação na apresentação e nas ações comerciais durante a Biofach Nuremberg, que reúne mais de 2.500 expositores, de 144 países e recebe 44 mil profissionais dos setores de orgânicos. “Vamos ter estandes nas três alas de negócios da maior feira de orgânicos: no pavilhão de alimentos e serviços, no espaço para cosméticos e no pavilhão de têxteis. O Brasil amplia sua relevância no setor, explorando nossa biodiversidade”, observa Ming Liu. [www.organicsbrasil.org].

Share your thoughts