Propriedade orgânica é modelo de agricultura limpa e rentável

Produtores rurais e consumidores cada vez mais conscientes da qualidade e dos benefícios dos alimentos orgânicos. Esta é uma realidade vivida não só em Santa Catarina, mas em todo país. Com a produção orgânica em alta, estamos mostrando vários exemplos de quem investe em alimentos saudáveis. Dessa vez, fomos conhecer a propriedade da família Voges, uma das pioneiras em cultivo orgânico em Santa Catarina.

Recentemente nós falamos do empreendimento rural Recanto da Natureza, um projeto familiar que cresceu tanto que virou uma famosa cooperativa de produtos orgânicos. Você conheceu o S. Amilton e a filha Cristiane. São os dois que administram o negócio. Mas, por trás do sucesso na comercialização, está o capricho e a dedicação no cultivo, lá no campo. É hora de conhecer as terras da família Voges, a propriedade localizada em Santo Amaro da Imperatriz, de onde sai grande parte dos alimentos vendidos pela cooperativa. “Temos a couve mineira, espinafre, abóbora, cenoura, 4 variedades de alface, chicória, almeirão, salsinha, cebolinha. São mais de 30 variedades de hortaliças”, conta S. Edésio Voges, responsável pela produção agrícola.

Epagri incentiva experimentos com cultivo protegido de tomate e pimentão.

A Epagri acompanha a história da família Voges desde o início. Com assistência técnica e apoio no desenvolvimento de novos projetos, os extensionistas estão sempre atentos às novidades que podem ajudar na produtividade e na qualidade dos alimentos.

“Estamos trabalhando com cultivo protegido nos últimos 2 anos para possibilitar a produção numa região que chove bastante, utilizando plantas mais difíceis de serem conduzidas a céu aberto, como por exemplo tomate e pimentão orgânico” explica Gerson Luiz Gessner, extensionista rural da Epagri.

São mais de 30 variedades de hortaliças produzidas em sistema orgânico.

Quer ver a matéria completa em vídeo e conhecer melhor a propriedade da família Voges? Acesse nosso canal de vídeos e confira essa e muitas outras reportagens.

Fonte: Epagri