SC se destaca na produção orgânica de bananas

O cultivo orgânico de bananas tem apresentado bons resultados, tornando-se uma oportunidade para agregar valor à fruta e melhorar a renda de muitas famílias catarinenses. Crédito: Divulgação

O cultivo orgânico de bananas tem apresentado bons resultados, tornando-se uma oportunidade para agregar valor à fruta e melhorar a renda de muitas famílias catarinenses. De olho nesse potencial, foi realizado neste mês o curso Produção Orgânica de Banana, que reuniu 30 produtores na comunidade de Peroba, em Santa Rosa do Sul (SC).

O curso foi uma iniciativa do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC), órgão da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de SC (Faesc), em parceria com a Epagri e o Sindicato Rural de Jacinto Machado. E reuniu produtores que fazem parte do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG Fruticultura) do Sistema Faesc/Senar-SC.

Foco

Segundo o superintendente do Senar/SC, Gilmar Zanluchi, a ATeG com foco na fruticultura, tem revelado grandes potenciais no Estado. “Nossos produtores não medem esforços para colocar em prática as orientações que recebem no programa de assistência técnica que oferecemos. Tudo indica que a fruticultura catarinense continuará sendo pauta de excelentes notícias”, prevê.

Já Sueli Silveira Rosa, supervisora regional do Senar-SC, acredita que “o curso ajudará os produtores a aproveitarem os potenciais existentes em suas propriedades com melhor planejamento dos pomares e práticas adequadas de cultivo”.

Para o técnico de campo do Senar-SC, Juliano Zaccaron, eventos como esse contribuem para os produtores adquirirem conhecimento e implementar mudanças para melhor condução de suas lavouras. “Com certeza, esse aprendizado será revertido em melhorias na produção de banana orgânica em cada uma de suas propriedades”, observa.

O Sistema Faes/Senar, junto com seus parceiros, tem trabalhado para o fortalecimento da fruticultura orgânica no Estado. Segundo a coordenadora estadual da ATeG, Paula Araújo Dias Coimbra Nunes, “a intenção é melhorar a qualidade do fruto, seja em relação  sabor, seja no aspecto visual, garantindo um produto com todas as suas características nutritivas”.

Desempenho

O desempenho do setor de fruticultura no Estado aponta mais de 14 mil fruticultores em território catarinense. Crédito: Epagri

O presidente do Sistema Faesc/Senar-SC, José Zeferino Pedrozo, ressalta o desempenho do setor de fruticultura no Estado, citando dados da Epagri/Cepa  (Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola), que apontam mais de 14 mil fruticultores em território catarinense.

“Santa Catarina é o quarto produtor nacional de banana e está conquistando visibilidade com outras culturas como, por exemplo, a maçã e a pitaya”, afirma Pedrozo. “A produção de frutas orgânicas está crescendo e ações do Senar-SC, da Epagri e outras entidades contribuem para atingirmos os melhores resultados”, acrescenta.

Fonte: Senar/SC, revista A Lavoura