Supermercados no Reino Unido não venderão carne de animais clonados

Supermercados no Reino Unido se comprometeram a manter a carne e o leite dos animais de fazendas cujo rebanho seja clonado e sua prole fora das prateleiras. Um porta-voz do British Retail Consortium indica que enquanto não houve evidências sobre a segurança da comida, a opinião pública está contra seu consumo. Afirma também que os varejistas não tinham interesse em vender produtos que os clientes não desejem comprar e que trabalham estreitamente com os produtores e fabricantes para evitar que os descendentes de clones entrem na cadeia de abastecimento.

Este movimento veio após o governo britânico e a Comissão Europeia criticou os esforços para regular e rotular este tipo de produtos de origem animal controverso. Assim, os produtos provenientes de animais clonados poderiam ser vendidos sem um rótulo específico em questão de meses. Os Ministros alegaram que o alimento a partir de clones e seus descendentes é a mesma de outros animais e, portanto, não seria necessária nenhuma regulamentação especial ou rotulagem.

fonte: Organic Market-Info

Share your thoughts