Loading posts...
  • Guia prático de Plantas Alimentícias Não Convencionais

    O objetivo do material é demonstrar que todas as escolas podem ter hortas com PANC, em diferentes dimensões e condições, adequadas a cada realidade, e que a natureza e a agroecologia podem proporcionar abundância alimentar, quando integradas ao cotidiano das escolas, capaz de enriquecer a alimentação dos alunos, o processo de aprendizado, as relações humanas e a cidade.

  • Práticas alternativas para a produção agropecuária agroecológica

    Neste documento da Emater MG, você verá os principais objetivos com o uso de defensivos alternativos: obter produtos agrícolas mais saudáveis, evitar a contaminação do produto e do consumidor, manter o equilíbrio da natureza, preservando a fauna e os mananciais de águas, reduzir o número de defensivos agressivos, aumentar a resistência da planta contra a ocorrência de pragas, patógenos e sinistros naturais, diminuindo os gastos com a condução das culturas, reduzir o custo de produção e aumentar a lucratividade, atender a crescente procura de produtos sadios, á nível local, nacional e internacional.

  • PNAE: Agricultura Familiar é saúde na alimentação escolar brasileira

    Confira neste vídeo as determinações da Lei nº 11.947, de 16 de junho de 2009, relativas ao mínimo de 30% do valor repassado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) a ser utilizado na compra de gêneros alimentícios diretamente da agricultura familiar.

  • Marco Referencial em Agroecologia – Embrapa

    Com o lançamento deste Marco Referencial em Agroecologia, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) sinaliza um movimento de renovação que se alinha com expectativas criadas por parcelas significativas da sociedade civil do meio rural brasileiro mobilizadas em torno da defesa da produção de base familiar. Se há alguns anos a Agroecologia se apresentava distante dos debates sobre desenvolvimento rural, atualmente goza de crescente reconhecimento público.

  • Propriedade orgânica é modelo de agricultura limpa e rentável

    Produtores rurais e consumidores cada vez mais conscientes da qualidade e dos benefícios dos alimentos orgânicos. Esta é uma realidade vivida não só em Santa Catarina, mas em todo país. Com a produção orgânica em alta, estamos mostrando vários exemplos de quem investe em alimentos saudáveis. Dessa vez, fomos conhecer a propriedade da família Voges, uma das pioneiras em cultivo orgânico em Santa Catarina.

  • Pioneira da agroecologia no Brasil, Ana Maria Primavesi deixa importante legado

    Referência em agroecologia no Brasil e no mundo, Ana Maria Primavesi, que completaria um século de vida em outubro deste ano, morreu em decorrência de problemas cardíacos no último dia 5 de…

  • Caderno do Plano de Manejo Orgânico

    Leia o Plano de Manejo Orgânico preparado pelo Ministério da Agricultura, que tem como objetivo principal difundir os princípios e técnicas da produção orgânica.

  • Como é uma horta de PANC na escola?

    Esta publicação complementa o Guia de PANC – Plantas Alimentícias Não Convencionais para escolas e integra os materiais desenvolvidos no projeto Viva a Agroecologia em São Paulo. O objetivo principal é inspirar novas iniciativas e se espalhem por todo o Brasil. Eles tratam da possibilidade de a horta e a alimentação escolares usarem as PANC – Plantas Alimentícias Não Convencionais, que podem ser adotadas também nas diversas formas de hortas urbanas e rurais.

  • PNAPO é finalista do Future Policy Award – Prêmio de Políticas para o Futuro

    A Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica – PNAPO foi selecionada como uma das melhores políticas do mundo no apoio à ampliação de abordagens agroecológicas. Em 2018, o Prêmio de Políticas para o Futuro (Future Policy Awards FPA) homenageará políticas que efetivamente expandem abordagens agroecológicas no nível local, nacional e internacional. O prêmio celebrará exemplos notáveis de políticas que geram mudanças transformadoras na forma como produzimos e consumimos nossos alimentos. Os vencedores deste ano serão anunciados no dia 12 de outubro de 2018 e celebrados durante a Semana Mundial de Alimentação, em cerimônia no dia 15 de outubro de 2018, na sede da FAO em Roma. O evento será transmitido ao vivo.

  • Ana Maria Primavesi, expoente maior da agroecologia, completa 98 anos

    Ana Maria Primavesi, a primeira mulher a afirmar, num meio exclusivamente masculino, que o solo tem vida, completa 98 anos. A engenheira agrônoma formada pela Universidade Agrícola de Viena veio para o Brasil nos anos 50 onde iniciou a carreira acadêmica e a atuação militante. Se hoje a agricultura orgânica renasce como alternativa efetivamente viável para alimentar a população mundial, aliando à produção de alimentos a conservação dos solos, deve-se principalmente aos estudos de Ana Primavesi.